37ª Exposul surpreende e fecha 49.5 milhões em negócios

Agronegócio

37ª Exposul surpreende e fecha 49.5 milhões em negócios

43.8 milhões referem-se à comercialização de máquinas, equipamentos e tecnologia agrícola e, os restantes 5.7 milhões, vieram da linha de onze leilões, envolvendo gado de elite, corte e raças leiteiras, além de ovinos e eqüinos
543 acessos

Confirmando a reação da agropecuária mato-grossense, frente à crise que se abateu sobre o setor nos últimos três anos, a 37ª Exposul de Rondonópolis (210 km ao sul de Cuiabá), encerrada no último domingo ( 9), anunciou os números finais de comercialização da feira. O volume total de negócios alcançou os 49.5 milhões de reais, o que representa um recorde para o evento, consolidando-o como uma das dez maiores exposições setoriais do país.

Desse total, 43.8 milhões referem-se à comercialização de máquinas, equipamentos e tecnologia agrícola e, os restantes 5.7 milhões, vieram da linha de onze leilões, envolvendo gado de elite, corte e raças leiteiras, além de ovinos e eqüinos. Este resultado surpreendeu até mesmo a Comissão Organizadora, presidida pelo presidente do Sindicato Rural, Paulo Eduardo Beer, responsável pela realização do evento, que trazia de 2008 um resultado, já considerado bom, de 39.6 milhões. O aumento de comercialização foi de 25%.

A feira Nacional de Máquinas e Tecnologia apresentou na Exposul uma linha de lançamentos, que entusiasmou os produtores rurais da região sul de Mato Grosso que foram às compras. A Iguaçú / John Deere trouxe o Pulverizador JD 4730, considerado o maior equipamento do gênero fabricado no Brasil e as colheitadeiras da linha STS, de grande porte, com incorporação de tecnologias de última geração. Só esta empresa obteve um resultado de 4.5 milhões de reais, envolvendo pulverizadores, colheitadeiras e tratores de médio a grande porte.

Ainda no setor de máquinas pesadas, a Rondomaq / Massey, que apresentou o lançamento da Colheitadeira Axial linha 9790, atingiu um volume de vendas de 4.5 milhões, envolvendo pulverizadores Metalfor, colheitadeiras e tratores de médio a grande porte.

Mas o destaque da feira ficou por conta da Entrinyer, de Assis SP, que apresentou sua linha de grandes equipamentos de secagem, armazenamento e movimentação de cereais e, o lançamento da Fornalha EM 3112 para secador de cereais, com o revolucionário eliminador de fagulhas. A empresa paulista finalizou negócios da ordem de 15.2 milhões de reais, um recorde para a Exposul.

Até mesmo o segmento de produtos pecuários vendeu bem, espantando a crise. A rondonopolitana Zootec, indústria de ração, sal e suplementos protéicos fechou, durante a feira, um volume superior a 500 toneladas de produtos, avalizada pela produção de dois meses da sua unidade industrial. O valor anunciado de negócios ficou pouco abaixo do milhão de reais.

A Feira de Máquinas e Equipamentos da Exposul colocou à venda, entre outros, caminhões de grande porte, dotados de tecnologia de rastreamento colheitadeiras de algodão vagões misturadores ônibus e micro-ônibus caçambas e carrocerias bi-trem vasculantes plataformas de transporte módulos de silagem de grãos sistemas de irrigação e veículos de passeio e utilitários nacionais e importados.

De acordo com André Caramori, da Vitória Imports, responsável pelo lançamento da Camionete Mitsubishi Pajero Dakar em Mato Grosso, durante a Exposul: “A feira de Rondonópolis é a grande vitrine do agronegócio estadual. Os excelentes resultados de comercialização, obtidos pelas empresas expositoras, refletem esta circunstância e a reação expressiva do agronegócio estadual frente à crise que atingiu duramente o setor nos últimos anos”.

Já linha de leilões da Exposul, integrada por onze remates de gado de elite, corte, cruzamento industrial, raças leiteiras, ovinos e eqüinos, não acompanhou a performance da Feira de Máquinas e Equipamentos. O volume de comercilização não atingiu nem os 6 milhões obtidos no ano passado, ficando com 5.7 milhões do resultado de negócios da feira.

O destaque ficou para os três leilões de elite envolvendo gado PO das raças Nelore e Braford (Brangus+Hereford). Sob responsabilidade dos criadores Francisco Olavo de Castro (Paulicéia), Carlos Dick Borges (Triângulo) e Pedro Monteiro Lopes (Pitangueira), os três remates venderam, sob o martelo, 1.8 milhões de reais. Os animais mais valorizados foram o reprodutor El Gin Al Paulicéia, com 50% da propriedade vendida por 70 mil reais e, a matriz Nelore Fryny CB, que também foi vendida em 50% por 70 mil. O touro da Paulicéia será encaminhado para a Central ABS Pecplan, de Uberaba, para comercialização de sêmem, a exemplo de outro touro do mesmo criatório, Panagpur Al Paulicéia, que fez carreira nacional como reprodutor de referência.

Nos dois dias de portões livres, segunda 3 e, Terça 4, com a Exposul apresentando dois grandes shows gospel, um católico e, outro, evangélico, foram arrecadados 8 toneladas de alimentos não perecíveis, que serão doados a entidades assistenciais de Rondonópolis.

A programação oficial da 37ª Exposul apresentou ainda os julgamentos raciais de bovinos e ovinos rodeio profissional sorteios de carros e camionetes provas hípicas automobilismo de Fórmula Uno e, um ciclo de debates e palestras técnicas, além do influente Fórum Regional da Agricultura, que este ano discutiu e encaminhará aos agentes financeiros e governo federal, uma proposta de solução para o problema do endividamento rural e dificuldades de acesso ao crédito para a próxima safra.

Fonte: Sindicato Rural


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink