50% da propriedade do touro Quibelo de CV é comercializada em leilão
CI
Agronegócio

50% da propriedade do touro Quibelo de CV é comercializada em leilão

O leilão promovido por Carlos Viacava foi marcado por bons preços e liquidez
Por:

O touro Nelore Mocho Quibelo de CV, do rebanho de Carlos Viacava, foi o lote mais valorizado do 12º Leilão Nelore Mocho CV: 50% da posse do animal foi arrematada por R$ 76.800 por Valdenir Rossi, da Fazenda Alzira, localizada em Vista Alegre (SP).

O leilão promovido por Carlos Viacava foi marcado por bons preços e liquidez e o resultado foi um faturamento de 1.625.760 com a venda de 134 machos (R$ 1.387.440) e 22 novilhas (R$ 283.320). A média dos tourinhos alcançou R$ 10.354 e das novilhas, R$ 10.832. Além disso, foram comercializadas 7.100 doses de sêmen por R$ 101.750.

O leilão também vendeu nove touros da raça Brahman, do criatório de Ricardo Viacava, por R$ 75.360 e média de R$ 8.373.

Considerando as vendas de Nelore Mocho e de Brahman, o faturamento bateu na casa de R$ 1.802.870. ?O mercado está bastante aquecido para a venda de tourinhos. Foi um excelente resultado?, comemorou o selecionador de Mocho Carlos Viacava.

“Os animais foram disputados por 80 compradores diferentes”, acrescenta Ricardo Viacava, que dirige o criatório que este ano completa 25 anos de seleção da marca CV. Segundo ele, 31% das vendas foram realizadas pelo Canal do Boi, que fez a transmissão do leilão.

Realizado no dia 25 de julho, na Fazenda São José, em Paulínia (SP), o 12º Leilão Nelore Mocho CV foi organizado pela Programa Leilões teve os trabalhos de martelo conduzidos pelo leiloeiro Adriano Barbosa.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink