750 quilos de alimentos são apreendidos
CI
Imagem: Fabiano Porto da Fontoura
IMPRÓPRIO PARA CONSUMO

750 quilos de alimentos são apreendidos

Aproximadamente 250 quilos eram de carne in natura
Por: -Aline Merladete

Nesta terça-feira (19/4), servidores da fiscalização agropecuária participaram de operação da força-tarefa do Programa Segurança Alimentar, do Ministério Público do RS, no município de Salto do Jacuí. Quatro mercados foram alvos da ação, que apreendeu e inutilizou 720 quilos de alimentos impróprios para o consumo. Deste total, aproximadamente 250 quilos eram de carne in natura.

A carne in natura tinha inspeção municipal de outro município, que não Salto do Jacuí. A legislação prevê que carnes com inspeção municipal só podem ser comercializadas no município de origem. "Assim como ocorre no Estado, a falta de fiscais na vigilância sanitária dos municípios tem como consequência uma fiscalização ineficiente", explica o fiscal estadual agropecuário Aleverson da Silva Barcelos, vice-presidente da Associação dos Fiscais Agropecuários do RS (Afagro).

Produtos sem procedência, prazo de validade vencido, alimentos estragados, armazenamento inadequado e más condições de higiene estão entre as principais irregularidades encontradas nos locais vistoriados. Na avaliação de Aleverson, o que se verificou nesta operação em Salto do Jacuí não é um caso isolado. "Se houvesse maior fiscalização por parte do poder público, não encontraríamos situações tão costumeiras como essa. O serviço de fiscalização nem sempre é bem-vindo, mas precisa ser estimulado e incrementado, pois visa proteger a saúde dos consumidores", acrescenta o servidor público.

A operação contou com a participação de servidores da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), Secretaria Estadual da Saúde, Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor (Decon), Patrulha Ambiental da Brigada Militar (Patram), Gaeco – Segurança Alimentar e da Vigilância Sanitária Municipal de Salto do Jacuí.

Informações AFAGRO.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.