A biotecnologia e a evolução na produção agrícola

Agronegócio

A biotecnologia e a evolução na produção agrícola

O crescimento da população mundial vai gerar uma superpopulação de 10 bilhões de habitantes até 2050
Por: -Renata
1090 acessos

Durante a manhã desta quinta-feira (02) os participantes do 24º Seminário Cooplantio puderam conferir a palestra de Ricardo Miranda, Engenheiro Agrônomo, Diretor de Desenvolvimento Tecnológico da Monsanto do Brasil. Ele atuou por 2,5 anos na sede da Monsanto em St. Louis, USA, como Líder de Desenvolvimento de Biotecnologia na Cultura de Milho.

Segundo Miranda, o crescimento da população mundial, desencadeado a partir de 1950 vai gerar uma superpopulação de 10 bilhões de habitantes até 2050. Neste sentido a produção de alimentos precisa de um expressivo aumento de demanda.

Além disso, o palestrante analisou que o aumento de renda per capita gerou uma demanda maior de proteínas. “Esta informação é importante para o Brasil, que possui uma grande disponibilidade de carne”, disse. A agricultura passou por um processo de melhoramento a partir das décadas de 60 e 70, com a revolução verde que propiciou o uso de sementes melhoradas, fertilizantes e defensivos e a inclusão do processo de mecanização, com uso intensivo de tecnologia no plantio, irrigação e colheita.

A biotecnologia fez parte de toda essa evolução. Nos Estados Unidos diversos produtos agrícolas já são produzidos com a transgenia. Lá produtores que utilizam a ciência a favor de sua produção têm, inclusive, descontos com seguro agrícola, pois o país exige que o agricultor tenha seguro de safra. “Hoje a agricultura é responsável por 37% da força de trabalho e o setor agrícola significa 36% de toda a pauta de exportações brasileira”, disse Miranda.

No Brasil a biotecnologia evidenciou uma melhora principalmente nos cereais, a partir de 1990. O uso de transgênicos na soja também possibilitou um ganho de 25% na capacidade produtiva do Rio Grande do Sul. Na cultura do milho Miranda exemplificou que o produtor que adotou a tecnologia economizou duas aplicações de herbicidas. Segundo ele a biotecnologia apresentará mais novidades em breve. “A soja bt RR2 está em processo de pesquisa e será desenvolvida especialmente para o Brasil”. O país claramente pode ampliar sua área de exploração para suprir essa superdemanda de alimentos que está por vir.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink