A gestão financeira das propriedades rurais vai evoluir em Santa Catarina

Agronegócio

A gestão financeira das propriedades rurais vai evoluir em Santa Catarina

O programa foi lançado nesta semana, em Florianópolis, e beneficiará 17 mil produtores de aves e suínos
Por:
344 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

O programa foi lançado nesta semana, em Florianópolis, e beneficiará 17 mil produtores de aves e suínos

As principais entidades do agronegócio catarinense se uniram para aperfeiçoar a gestão das propriedades rurais, tornando-as mais eficientes e rentáveis. A estratégia consiste na melhoria da gestão financeira com a oferta de cursos gratuitos de fluxo de caixa, resultado de uma ação articulada entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC), Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados do Estado de SC (SINDICARNE/SC), a Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e o Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária (ICASA). O programa foi lançado nesta semana, em Florianópolis, e beneficiará 17 mil produtores de aves e suínos no horizonte dos próximos quatro anos, mediante investimentos da ordem de 2,5 milhões de reais.

Na primeira etapa – ainda neste ano – serão treinados 15 instrutores do SENAR/SC e, na segunda etapa, mais de 200 técnicos das agroindústrias. Esta será a força de trabalho que irá a campo para capacitar os produtores rurais.
Os treinamentos serão promovidos por instrutores do SENAR/SC e a mobilização será feita pelas agroindústrias catarinenses. O curso terá a duração de 8 horas-aula e abordará o controle de despesas e receitas das atividades desenvolvidas nas propriedades rurais. O objetivo é preparar os produtores para utilizar a ferramenta de gestão de fluxo de caixa. O material foi desenvolvido por um grupo de trabalho composto por representantes das agroindústrias associadas ao SINDICARNE e ACAV. Os conteúdos e ferramentas do curso ficarão disponibilizados nos sites do SENAR/SC, ACAV e SINDICARNE.

 “A intenção é capacitar todos os produtores integrados a cadeia da suinocultura e avicultura – em torno de 17 mil – assim como das demais cadeias produtivas”, destaca o presidente da FAESC, José Zeferino Pedrozo. 

“Santa Catarina é o melhor lugar do mundo para se produzir aves e suínos. Nosso patrimônio é a sanidade animal e a qualidade de nossos produtores. Agora, esse convênio permitirá repartir experiências e conhecimentos para eliminar uma deficiência de gestão”, avalia o presidente da ACAV, José Antônio Ribas Júnior.

O superintendente do SENAR/SC, Gilmar Antônio Zanluchi, salienta que a capacitação em gestão financeira é uma necessidade dos produtores e empresários rurais que será suprida a partir de agora.

A presidente do SINDICARNE, industrial Irani Pamplona, destacou a importância do ato para a qualificação profissional dos avicultores e suinocultores. O diretor executivo do SINDICARNE e da ACAV, Ricardo de Gouvêa, considera a importância da parceria entre agroindústrias e produtores, por meio de suas entidades, que está permitindo qualificar cada vez mais a produção de carne em território barriga-verde.

A coordenadora de projetos do Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária (ICASA), Cinthya Mônica da Silva Zanuzzi, explica que o fluxo de caixa é um instrumento de gestão financeira que projeta, para períodos futuros, todas as entradas e as saídas de recursos financeiros da propriedade rural, indicando como será o saldo de caixa.  “É uma ferramenta de fácil elaboração para os produtores. Deve ser utilizada para controle e, principalmente, como instrumento na tomada de decisões. Fornece uma visão antecipada das entradas e saídas de dinheiro”, complementa. 

A coordenadora acrescenta que o objetivo é organizar os gastos criando uma base de dados que ajude o produtor a administrar com mais segurança os períodos em que vai precisar captar ou aplicar seu dinheiro. “É fundamental gerenciar e acompanhar os rendimentos, medindo resultados a médio e longo prazo, avaliando o melhor momento para investimentos, visando a melhoria na estrutura e na qualidade das propriedades”, encerra.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink