A partir de 2021, Circuito Nelore de Qualidade premiará animais com genealogia conhecida
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PECUÁRIA

A partir de 2021, Circuito Nelore de Qualidade premiará animais com genealogia conhecida

ACNB anunciou a criação de mais uma premiação especial para o Circuito Nelore de Qualidade 2021
Por:

A Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) anunciou a criação de mais uma premiação especial para o Circuito Nelore de Qualidade 2021. Serão destacados os Melhores Lotes de Carcaças de Machos e de Fêmeas com pais conhecidos. O objetivo é reunir dados de características de carcaças de progênies de reprodutores Nelore e Nelore Mocho, de forma a evidenciar o impacto do uso de genética selecionada na melhoria da eficiência produtiva e da qualidade da carne dos animais.

“Esta é mais uma ação da ACNB em prol dos neloristas. Temos o dever de encontrar ferramentas para que os criadores da raça possam utilizá-las a seu favor e, com isso, produzir animais de melhor qualidade”, explica o presidente da ACNB, Nabih Amin El Aouar.

Podem ser inscritos nas etapas de avaliação das carcaças realizadas em diversos estados do país, lotes de animais que tenham, pelo menos, o pai identificado. Os criadores devem informar o pai (ou pai e mãe) dos animais e apresentar alguma forma de comprovação, como escrituração zootécnica ou identificação animal. Durante as etapas, será coletado material biológico dos animais, e o campeão desta premiação especial estará sujeito à comprovação de paternidade por DNA. Podem participar lotes a partir de 18 animais.

Os critérios de avaliação das carcaças dos animais serão os mesmos utilizados para os demais campeonatos e premiações especiais do Circuito.

O presidente da ACNB explica que, da mesma forma que foram adicionadas premiações no Circuito Nelore de Qualidade em 2020, como lote de machos castrados e também lote de machos e fêmeas terminados em pastagens, a partir de 2021 terá premiação para lotes com identificação de paternidade, com a finalidade de se conhecer a genética do lote de animais.

“Os criadores levam para abate técnico nas etapas do Circuito lotes de machos e fêmeas da raça Nelore, porém sem a identificação da origem genética desses animais. Com esta premiação pretendemos estimular que a informação sobre a genética utilizada na produção dos animais, chegue até o momento do abate gerando informações que podem retornar como orientação para a seleção e/ou para a utilização de reprodutores com melhor desempenho”, explica Nabih Amin El Aouar.

O dirigente destaca que a partir de agora, identificando-se reprodutores cujos filhos apresentam desempenho superior, será excelente para os criadores de Nelore e para as centrais de coleta e comercialização de sêmen. “O criador terá o rebanho mais valorizado e os demais pecuaristas vão querer essa mesma genética. Será uma verdadeira revolução da pecuária de corte para a produção de rebanhos melhorados”, ressalta o presidente da ACNB.

Para André Bartocci, vice-presidente da ACNB e um dos membros da diretoria responsável pelo Circuito Nelore de Qualidade, a nova premiação será um marco na pecuária brasileira. “Estamos muito empolgados e maduros para fazer isso. A ACNB tem credibilidade, responsabilidade e seriedade. O Circuito é a maior competição de julgamento de carcaças do mundo e nesses quase 20 anos de avaliação no Brasil e em alguns países, como o Paraguai, percebemos em números a evolução na pecuária, além de grande evolução em termos de precocidade, qualidade e padronização. Daremos um passo extremamente benéfico para a pecuária, abatendo esses animais e comprovando sua genealogia. Será muito importante, ajudando os criadores a avaliar sua própria condição, mas também como forma de promoção dessa genética”, comenta Bartocci.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink