A saída pelo Pacífico pode estimular safra
CI
Agronegócio

A saída pelo Pacífico pode estimular safra

Por:

O Brasil poderia dobrar a produção agrícola, de atuais 100 milhões para 200 milhões de toneladas, se fosse implementada uma saída pelo Oceano Pacífico para as exportações. Um estudo encomendado pela BM&F para a FGV e a Esalq chegou à conclusão de que há 10 opções viáveis de portos nos países andinos, informou o presidente Manoel Félix Cintra Neto.

"Arica, no Chile (quase na fronteira com o Peru), é uma delas", diz Edemir Pinto, diretor da BM&F. O investimento é estimado em US$ 9 bilhões, que poderia ser viabilizado pela iniciativa privada. "O projeto porém deve ser conduzido pelos governos", diz Cintra Neto.

A BM&F também estuda parceria com outras bolsas de países do Mercosul para a negociação conjunta. O primeiro contato foi feito com a Bolsa de Rosário (Argentina) para negociação de trigo, milho e soja. O assunto ainda está em discussão.

Os contratos agropecuários da BM&F subiram 2,37% em 2002. A média diária ficou em 3.122, em relação a 3.056 em 2001. Os contratos de café, ao contrário, caíram 6%.

Paulo Soares


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.