Agronegócio

Abapa ganha Laboratório de Pneus Pirelli

Como parte da parceria, as empresas parceiras disponibilizarão materiais didáticos, produtos e ferramentas para realização dos treinamentos.
Por:
486 acessos

No dia 26 de maio, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), recebeu no Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia, o Laboratório de Pneus Pirelli, fruto da parceria firmada com a Pirelli, Oeste Pneus e Agrosul - John Deere, com o objetivo de difundir conhecimento técnico específico em relação à correta aplicação e manuseio de pneus agrícolas e rodoviários, garantindo a devida qualificação para os profissionais do campo. Como parte da parceria, as empresas parceiras disponibilizarão materiais didáticos, produtos e ferramentas para realização dos treinamentos.
 
“A Abapa coordenará todas as ações, com foco nas necessidades do cotonicultor. Essa ação ratifica o compromisso firmado por meio do Termo de Cooperação Técnica entre a Abapa, Pirelli, Oeste Pneus e Agrosul – John Deere. O Centro de Treinamento é um projeto que funciona através de parcerias, e acredito que essa vem agregar ainda mais qualidade aos nossos treinamentos”, disse o presidente da Abapa, Celestino Zanella.
 
Para o consultor técnico comercial da Pirelli, Marco Aurélio Cavalcante, o momento é de consolidação da parceria entre Pirelli, Abapa, Oeste Pneus e Agrosul-John Deere, “Essa parceria vai trazer excelentes benefícios para toda a sociedade agrícola. Com a qualificação profissional, ganha os colaboradores, como operadores de máquinas e borracheiros, ganha os produtores, com os benefícios financeiros com a economia de pneus, e ganha as empresas envolvidas, com a oportunidade de levar conhecimento. A partir de então, o Centro de Treinamento passa a ter um calendário de treinamentos contínuos na área de pneus. Estamos felizes com o espaço, e esperamos continuar essa parceria durante muitos anos”, enfatizou Marco.
 
O presidente da Abapa, Celestino Zanella, com parceiros da ação
 
A ação atenderá os colaboradores que estejam envolvidos diretamente com a manutenção e operação de máquinas agrícolas, além dos borracheiros das fazendas. “O produtor entendeu que o pneu é um item de extrema importância na otimização dos custos. Uma máquina parada por problemas no pneu, representa dois a três dias de trabalho não realizado. Esse é o objetivo, profissionalizar pessoas que estão na fazenda, através do Centro de Treinamento, para que haja menos perdas, menos desperdício de pneu e de tempo em consequência do mau uso dos pneus”, disse a gerente geral da Oeste Pneus, Adriane Perdigão.
 
O coordenador do Centro de Treinamento, Douglas Fernandes, enfatiza que essa ação amplia a gama de cursos que já são desenvolvidos pelo Projeto. “Acreditamos que para transformar é preciso educar e capacitar”, disse Douglas.  A ação conta com o apoio do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), e demais parceiros dos Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink