Abate de matrizes há cinco anos é a causa do alto preço da carne

Agronegócio

Abate de matrizes há cinco anos é a causa do alto preço da carne

Não houve estoques de novilhas e bezerras para engorda em volume suficiente
Por: -Lourenço Canuto
998 acessos

O diretor de Política Agrícola e Informação da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Airton Porto, disse nesta quarta-feira (10-11) que o preço da carne bovina, "considerado alto pelo mercado", não se deve a aumento dos percentuais de exportação ou ao custo de rações.

A causa, segundo ele, é resultante do impacto do abate de matrizes (gado propício à procriação) ocorrido em 2005, que está agora provocando "efeito retardado". De lá para cá, segundo Porto, não houve na agropecuária brasileira estoques de novilhas e bezerras para engorda em volume suficiente para garantir uma oferta maior de carnes.

Ele lembrou que o gado não é como o frango, que rende resultados antes dos dois primeiros meses do início da criação. Por isso, defendeu que é equivocado vincular o alto preço da carne bovina aos custos com rações à base de milho ou de soja. O diretor prevê que os preços da carne deverão se normalizar ao longo de 2011.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink