ABCZ representa o setor pecuário na RIO+20
CI
Agronegócio

ABCZ representa o setor pecuário na RIO+20

Aumentar a produção com menos área
Por:
Além da participação em debates sobre bovinocultura sustentável, entidade apresentará documento que mostra em detalhes o potencial de aumentar a produção com menos área

A produção de carne e leite com bovinos pode crescer significativamente sem que para isso seja necessário aumentar um único hectare e, sobretudo, sem a necessidade de se derrubar uma única árvore. Mais que isso, a pecuária ainda pode ceder espaço para outras atividades, contribuindo com a eficiência do agronegócio brasileiro. Como isso é possível? É o que dirigentes da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) responderão durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que acontece entre os dias 13 e 22 de junho, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).


A ABCZ é uma das entidades representantes da pecuária no evento e terá participação efetiva em duas datas específicas. A primeira acontece no dia 17 (domingo), das 14h às 17h, no Espaço Agro Brasil, organizado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), no Píer Mauá. Em parceria, ABCZ, Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG) e Federação Brasileira do Plantio Direto na Palha (Febrapdp) realizarão uma série de palestras e debates, com apresentação de cases, para falar sobre como agricultura e pecuária podem se integrar para que as atividades tenham o melhor resultado em produtividade, associado à rentabilidade e preservação do meio ambiente. A conversa se estende ao final da programação, com café e coquetel.

A ABCZ também tem presença confirmada no painel Segurança Alimentar e Sustentabilidade no Agronegócio, dentro da programação do Espaço Humanidade 2012, no Forte de Copacabana. Na tarde do dia 19, terça-feira, o presidente da ABCZ, Eduardo Biagi, será um dos debatedores do painel Inovações Tecnológicas e Sustentabilidade no Setor de Carnes. “Este é um setor no qual temos conquistado excelentes resultados. Será altamente positivo poder mostrar tais avanços”, avalia o dirigente. “Ainda podemos, nos próximos 20 anos, dobrar nossa produção de carne bovina de maneira sustentável”, complementa.



Uma visão real da pecuária brasileira

Essas e outras informações também estarão em um documento produzido pela ABCZ que traça a evolução da pecuária zebuína de corte e leite no Brasil, com destaque para aspectos como o aprimoramento genético, que fez do rebanho brasileiro referência mundial. “A pecuária brasileira é moderna, competitiva e sustentável, conquistas obtidas graças ao investimento contínuo em melhoramento animal, nutrição e manejo”, assegura Eduardo Biagi.

Voltada para públicos diversos como Organizações não governamentais, representantes de entidades ligadas ao agronegócio, governos, imprensa e outros, a publicação mostrará que o setor pecuário do Brasil tem consciência ambiental, buscando constantemente incentivar a recuperação de áreas degradadas, praticar o sistema de integração agrosilvopastoril (agricultura, floresta e pecuária) e, principalmente, incrementar a produção de carne sem ampliar as áreas de pastagem, por meio da verticalização.


Com isso, o setor espera mostrar que está preparado para contribuir com o Brasil em seu papel de país com as melhores condições para produzir alimentos e atender a demanda mundial que se vislumbra até 2050. Dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) mostram que a população deverá chegar a 9 bilhões de pessoas e será necessário, por exemplo, um salto de 200 milhões de toneladas para 470 milhões de toneladas de carne para suprir o consumo. “O Brasil avançou muito na seara ambiental”, complementa Biagi.
aumentar a produção com menos área
?
Detect language » Portuguese


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink