Agronegócio

Abef prevê crescimento de 7% nas exportações em 2007

Em novembro, o Brasil já exportou 37,38% a mais que em igual mês do ano passado
Por: -Redação
1 acessos

As exportações de frango deverão voltar a crescer em torno de 7% no próximo ano. A previsão é da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos (Abef), que em comunicado explica que a queda de 9% no volume e de 12,7% no faturamento, prevista para 2006, foi provocada principalmente pela retração de consumo em importantes mercados como a Europa e a Ásia, após a ocorrência de focos da gripe aviária nesses dois continentes, e ao câmbio desfavorável.

Na opinião de Ricardo Gonçalves, presidente executivo da Abef, a cautela dos consumidores nos mercados externos foi provocada pela desinformação quanto à descontaminação do Brasil com a gripe aviária e esse cenário tende a mudar nos próximos meses. Em novembro, o Brasil já exportou 37,38% a mais que em igual mês do ano passado, com uma receita 16,42% maior, segundo a Associação.

A redução no volume de frango exportado nos primeiros meses de 2006 fez com que o acumulado deste ano seja de 2,475 milhões de toneladas, 4,81% menor em comparação com o mesmo período de 2005. A receita acumulada de janeiro a novembro foi de US$ 2,906 bilhões, 7,72% menor na mesma comparação.

No acumulado do ano, o crescimento das exportações de frango industrializado se destaca: 114.578 toneladas embarcadas, 52,07% superior que no mesmo período de 2005, e somam US$ 251,511 milhões, 53,4% a mais na mesma comparação. Os principais mercadores compradores do frango brasileiro no mês de novembro foram Ásia (679.746 toneladas, que geraram US$ 812,208 milhões) e Oriente Médio (669.234 toneladas, que geraram US$ 720,177 milhões).

Apesar das projeções positivas para 2007, a Abef indica que até o fim deste ano, as exportações continuarão menores e totalizem 2,620 milhões de toneladas, gerando US$ 3,065 bilhões.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink