ABIC divulga avaliação dos finalistas do Concurso Nacional de Qualidade

Agronegócio

ABIC divulga avaliação dos finalistas do Concurso Nacional de Qualidade

A avaliação seguiu a metodologia do Programa de Qualidade do Café
Por:
729 acessos
O 7º Concurso Nacional ABIC de Qualidade dos Cafés do Brasil, que este ano está repleto de novidades, entra em sua reta final. A primeira fase foi a da seleção dos melhores lotes, realizada pelas instituições de cada Estado produtor por meio de certames estaduais. Os respectivos lotes vencedores foram inscritos no Concurso Nacional e passaram por avaliação sensorial da Qualidade Global na xícara.

A avaliação dos lotes, novidade desta edição, seguiu as metodologias da SCAA – Specialty Coffee of America e do PQC – Programa de Qualidade do Café da ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café, entidade responsável pelo concurso nacional. Os cafés foram provados às cegas por uma comissão de especialistas, coordenada por Ensei Neto, juiz certificado da SCAA. Foram seguidos os quesitos de cada uma das metodologias, com as notas da SCAA sendo dadas em uma escala de 0 a 100 e as do PQC numa escala de 0 a 10. “As duas metodologias apontaram resultados muito semelhantes e calibrados e as notas mostram que este concurso está sendo disputado por cafés que vão de Muito Bons a Excepcionais”, diz Nathan Herszkowicz, diretor executivo da ABIC.

Os cafés que mais se destacaram na avaliação são de São Paulo. Na categoria Café Natural, a melhor nota foi obtida pelo lote do produtor Márcio Luiz Bergamo Favaro, de Sarutaiá: 85,25 pontos na SCAA e 8,15 no PQC. Na categoria Cereja Descascado, a melhor nota foi dada ao lote do produtor João Antônio Garrote, de Itaí: 89,00 pontos na SCAA e 8,66 pontos no PQC. Na categoria Microlote – novidade deste certame – houve empate entre os lotes dos produtores Zaldenir Gonçalves, do Paraná, e João Emílio Lisboa, de São Paulo. Essa categoria foi criada para permitir a participação de pequenos produtores. O lote é de apenas 2 sacas, enquanto nas demais é de 10 sacas.

Leilão aberto a pessoas físicas

Com base nas notas obtidas, serão fixados os preços de abertura do leilão, o que será anunciado dia 29 de novembro. O pregão é aberto a indústrias, cafeterias, hotéis e pela primeira vez a pessoas físicas. Os lances poderão ser dados para aquisição de 1 saca ou de todo o lote, ou de sacas de diferentes lotes. As empresas podem participar individualmente ou em consórcio. O mesmo para as pessoas físicas, que podem reunir amigos ou a própria família para comprar o seu café.

Amostras de 100 gramas dos cafés finalistas podem ser solicitadas na ABIC, pelo email abic@abic.com.br até dia 30 de novembro, bastando preencher a Ficha de Inscrição do Comprador que está no site da entidade (www.abic.com.br) e a ficha para o lance. Nesta edição, o envio do lance poderá ser feito pela internet, por meio da Ficha de Lance Comprador, também à disposição do site. Os lances deverão ser feitos no período de 29 de novembro a 8 de dezembro, quando encerra o pregão. No dia 10 de novembro será divulgado o resultado. Todo o regulamento também está disponível no site.

Lotes Finalistas
 

CATEGORIA CAFÉ NATURAL

Produtor

UF

Cidade

Nota SCAA

Nota PQC

Márcio Luiz Bergamo Favaro

SP

Sarutaiá

85,25

8,15

Maria José Junqueira Ceglia

MG

São Lourenço

79,00

7,68

Agrifirma Campo Aberto Agrop.

BA

Luis Eduardo Magalhães

76,25

7,60

Valdir Rodrigues de Souza¹

PR

Jandaia do Sul

74,25

7,34

Obs.: O lote de Jandaia do Sul/PR não participará do leilão por não ter atingido a nota mínima de 75 pontos, conforme Artigo 20º do Regulamento.

CATEGORIA CAFÉ CEREJA DESCASCADA

Produtor

UF

Cidade

Nota SCAA

Nota PQC

João Antonio Garrote

SP

Itaí

89,00

8,66

Lessivan Marcos de Oliveira Pacheco

BA

Brejões

84,75

8,25

Hilda Stein Krohling

ES

Marechal Floriano

83,75

8,10

Luiz Roberto Saldanha Rodrigues

PR

Jacarezinho

80,25

7,93

Ralph de Castro Junqueira

MG

Carmo de Minas

79,00

8,08

CATEGORIA MICROLOTE

Produtor

UF

Cidade

Nota SCAA

Nota PQC

João Emílio Lisboa

SP

Piraju

78,75

8,00

Zaldenir Gonçalves

PR

Londrina

78,75

7,83

 
CATEGORIA CAFÉ NATURAL - AVALIAÇÃO

Produtor: Márcio Luiz Bérgamo Fávaro - Município: Sarutaiá /SP
Nota SCAA: 85,25 – Nota PQC: 8,15
Descrição: Aroma intenso com presença de notas florais a jasmim, adocicadas como batata doce e fundo a mel. Sabor intenso com notas florais, frutas cítricas, mel e batata doce. Grande acidez licorosa. Encorpado, quase aveludado. Finalização de média-longa persistência agradável, adocicada e cítrica, com discreta adstringência. Apresenta muito bom equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.

Produtor: Maria José Junqueira - Município: São Lourenço / MG
Nota SCAA: 79,00 – Nota PQC: 7,68
Descrição: Aroma de média intensidade com toques herbáceos e leve caramelo ao fundo. Sabor adocicado, cítrico; notas a amêndoas e fundo herbáceo. Acidez adocicada de média intensidade. Corpo de médio a encorpado, aveludado. Finalização de longa persistência com leve adstringência. Apresenta bebida equilibrada entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.

Produtor: Agrifirma Campo Aberto Agropecuária - Município: Luiz Eduardo Magalhães/BA
Nota SCAA: 76,25 – Nota PQC: 7,60
Descrição: Aroma de média intensidade com presença de notas básicas como nozes e caramelo, além de fundo oleoso. Sabor medianamente intenso com notas como nozes, leve adocicado e presença oleosa. Acidez de baixa intensidade e corpo mediano. Finalização de média-longa persistência com adstringência e notas oleosas.


CATEGORIA CAFÉ CEREJA DESCASCADA – AVALIAÇÃO

Produtor: João Antônio Garrote - Município: Itaí/SP
Nota SCAA: 89,00 – Nota PQC: 8,66
Descrição: Aroma intenso a flores brancas e fundo a caramelo. Intenso sabor adocicado com notas de amplo espectro como florais a jasmim, frutas cítricas, amêndoas, caramelo, batata doce e mel. Grande acidez licorosa, por vezes borbulhante. Encorpado, aveludado. Finalização de média-longa persistência de caráter licoroso e fundo cítrico elegante. Excelente equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.

Produtor: Lessivan Marcos de Oliveira Pacheco - Município: Brejões/ BA
Nota SCAA: 84,75 – Nota PQC: 8,25
Descrição: Aroma intenso com notas predominantes de amêndoas e caramelo Sabor de grande intensidade com notas iniciais a amêndoas, seguido de frutas cítricas frescas e fundo a caramelo e chocolate ao leite. Acidez cítrica adocicada de média-alta intensidade. Encorpado delicadamente licoroso. Finalização de média-longa persistência. Muito bom equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo

Produtor: Hilda Stein Krohling - Município: Marechal Floriano/ ES
Nota SCAA: 83,75 – Nota PQC: 8,10
Descrição: Intenso aroma com notas florais, a caramelo e delicado resinoso como xarope de maple. Aroma de amplo espectro contemplando notas florais como jasmim, caramelo, xarope de maple e fundo resinoso-herbáceo. Acidez cítrica de média-alta intensidade, adocicada. Bebida encorpada, quase licorosa. Finalização de média-longa persistência com leve adstringência. Café de muito bom equilíbrio entre Sabor-Acidez-Corpo.

Produtor: Luiz Roberto Saldanha Rodrigues - Município: Jacarezinho/ PR
Nota SCAA: 80,25 – Nota PQC: 7,93
Descrição: Aroma medianamente intenso, apresentando delicadas notas florais e fundo a frutas. Sabor de média intensidade com bom espectro de notas como floral, frutas cítricas, frutas vermelhas e leve aspereza. Acidez cítrica média a baixa. Corpo medianamente intenso, elegante. Finalização de média persistência com presença de leve adstringência. Bom equilíbrio entre Sabor-Acidez-Corpo.

Produtor: Ralf de Castro Junqueira - Município: Carmo de Minas/ MG
Nota SCAA: 79,00 – Nota PQC: 8,08
Descrição: Café com aroma apresentando notas básicas a caramelo e leve herbáceo ao fundo. Sabor de média intensidade, adocicado, com notas a caramelo, citros e leve herbáceo. Acidez mediana adocicada. Corpo de média-alta intensidade, "redondo". Finalização de média persistência com presença de caramelo, leve toque picante e adstringência. Bom equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.


CATEGORIA MICROLOTE - AVALIAÇÃO

Produtor: José Emílio Lisboa - Município: Piraju/SP
Nota SCAA: 78,75 – Nota PQC: 8,00
Descrição: Aroma de média intensidade com presença de notas a caramelo. Sabor de média intensidade com predominância de notas cítricas, leve frutado e fundo a caramelo. Acidez adocicada de média intensidade. Pouco encorpado, apresentando finalização de média-longa persistência, leve aspereza. Equilíbrio mediano entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.

Produtor: Zaldenir Gonçalves - Município: Londrina/ PR
Nota SCAA: 78,75 – Nota PQC: 7,83
Descrição: Aroma de média intensidade com notas como frutas amarelas e vermelhas, leve fundo a caramelo. Sabor de média intensidade com presença de notas a compotas de frutas e
leve aspereza. Medianamente encorpado. Acidez adocicada de média intensidade. Finalização de média longa persistência com leve adstringência. Café equilibrado em Sabor-Acidez-Corpo.

As informações são da assessoria de imprensa da ABIC.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink