Abramilho apela a Ministério para manutenção dos leilões

Agronegócio

Abramilho apela a Ministério para manutenção dos leilões

Segundo a entidade, muitos leilões vêm sendo suspensos ou adiados devido a pendências entre os ministérios
Por: -Renata
441 acessos
Em correspondência enviada nesta quinta-feira ao Ministério do Planejamento, o presidente-executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho), Odacir Klein, reiterou a necessidade de evitar novos cancelamentos dos leilões de milho programados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Segundo a entidade, muitos leilões vêm sendo suspensos ou adiados devido a pendências entre os ministérios.

“Ao invés de cancelar, deveriam ser promovidos ainda mais leilões”, defende Klein. “No caso específico do milho, num momento de preços baixos e estoques altos, ou há estímulo para a comercialização ou o produtor ficará desmotivado para plantar a próxima safra”, destaca trecho da correspondência.

A Abramilho já havia enviado carta ao MAPA, na última semana, pedindo mais estímulos aos produtores de milho. “Corremos o risco de prejudicar o abastecimento de proteínas animais para o próximo ano”, alerta Klein.

Íntegra da correspondência enviada:

Senhor Ministro,

A burocracia não pode prejudicar o interesse nacional.

Surpresos tomamos conhecimento de que leilões programados pelo Ministério da Agricultura para aquisição de grãos estão sendo suspensos ou protelados para cumprimento de um ritual burocrático.

Tais leilões precisam ser praticados na devida oportunidade. No caso específico do milho, num momento de preços baixos e estoques altos, ou há estímulo para a comercialização ou o produtor ficará desmotivado para plantar a próxima safra.

É preciso que os Ministérios do Planejamento e da Fazenda não dificultem as ações do Ministério da Agricultura e os leilões, em lugar de suspensos, sejam aumentados.

Se a burocracia impedir a movimentação do milho hoje estocado, principalmente no Centro-Oeste e no Paraná, corremos o risco de no próximo ano, com a economia em plena atividade, não contarmos com o grão suficientemente para a produção de proteínas animais.

Cordiais Saudações,
Odacir Klein
Presidente-Executivo da Abramilho
 
As informações são da assessoria de imprensa da Abramilho.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink