AC: SENAR retoma atividades presenciais no Estado
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,770 (-0,32%)
| Dólar (compra) R$ 5,44 (1,18%)

Imagem: Divulgação

RETOMADA

AC: SENAR retoma atividades presenciais no Estado

Máscaras e álcool em gel são disponibilizados para os participantes das atividades
Por:
24 acessos

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR – Acre) segue com as readequações necessárias na atual crise do coronavírus. O encerramento gradual do home office começou no mês de julho, junto com as primeiras movimentações para prosseguir com a oferta de cursos e treinamentos presenciais voltados para a população rural acreana.  

Desde o início das medidas de segurança no Estado há quatro meses, o SENAR – Acre ficou apenas um mês com 100% das atividades encerradas, para replanejamento estratégico. Em seguida, teve início o atendimento virtual da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), seguido pela criação do Ambiente Virtual de Aprendizado (AVA) para os alunos do curso técnico da instituição.

A partir do mês de julho, seguindo todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do SENAR Nacional, com sede em Brasília, os atendimentos presenciais da ATeG foram reiniciados, juntamente com a oferta de cursos e treinamentos de Formação Profissional Rural (FPR) para as comunidades rurais acreanas: entre os dias 26 e 27 de julho, foram ofertados os treinamentos de “Manejo da maternidade dos bovinos de corte” e “Neonatologia de bovinos de corte”, no município de Porto Acre.

“O SENAR está se adequando à nova realidade: conseguimos adquirir aparelho para medição de temperatura corporal, equipamentos de proteção individual (EPIs) para os funcionários e produtores rurais que participarem das ações, além de máscaras e álcool em gel para uso nas ações institucionais. Nosso horário na sede está reduzido para evitar exposição dentro do prédio, mas gradualmente, sempre com segurança, retornaremos ao expediente e aos atendimentos presenciais normalmente. O desenvolvimento do agro é fundamental para a economia a nível estadual e nacional, ou seja, cabe a nós criar soluções para que esse setor não se prejudique”, destacou o superintendente do SENAR – Acre, Mauro Marcello Gomes de Oliveira.                   

Ilcilene Malini, gerente técnica da instituição, destacou também que os técnicos têm recebido capacitações para atuar dentro das medidas de segurança: “Além do número reduzido de participantes nas ofertas, para evitar aglomerações e aumento de exposição ao vírus, os agentes envolvidos nas ações estão sendo capacitados para instruir os produtores rurais, respeitando os cuidados e reforçando sempre o uso dos EPIs”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink