Ação aposta na integração sustentável no RS
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,112 (0,05%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,12%)


Agronegócio

Ação aposta na integração sustentável no RS

Projeto agroecológico é pioneiro no rio grande do sul e visa a melhorar a qualidade de vida no meio rural
Por:
1636 acessos

O produtor Cléo de Oliveira Ramos é o primeiro do Rio Grande do Sul a receber o projeto de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais). A iniciativa pioneira no Estado foi lançada nesta sexta-feira na localidade de Faxinal de Dentro, em Vale do Sol, através de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio; Fundação de Educação para o Associativismo (FEA); Fundação Banco do Brasil; BNDS; Associação dos Pequenos Agricultores Renascer Hortigranjeiros do Vale (Aparhortivale) e Movimento dos Pequenos Agricultores de Vale do Sol.

A solenidade de apresentação do Pais reuniu representantes de diversos municípios da região, interessados em conhecer a proposta. Outros 24 produtores rurais de Vale do Sol também serão contemplados. Posteriormente, o projeto ainda será implantado nos municípios de Alegrete, Erechim, Camaquã, Jaguarão e Canguçu. O objetivo é melhorar a qualidade de vida e proporcionar a sustentabilidade nas famílias atendidas. Além disso, estimula a prática da agricultura orgânica, sem a utilização de agrotóxicos.

Dos 20 hectares da propriedade da família Ramos, meio foi destinado para a implantação do Pais. O kit disponibilizado gratuitamente para o produtor contempla um sistema completo de irrigação, tela para cercado do galinheiro, mudas de árvores frutíferas e exóticas, entre outros itens. Mesmo com a instabilidade do tempo, a estrutura foi montada durante esta semana. “Estou muito feliz com a novidade. É uma alternativa para produzirmos nossos alimentos de forma saudável e ainda podemos vender o excedente e ter mais uma fonte de renda”, comenta o agricultor.

Conforme o engenheiro agrônomo da Fundação de Educação para o Associativismo (FEA), Leo Giacomo Venzon, o Pais não é uma horta. “Trata-se de um processo de desenvolvimento integrado”, diferencia. Ele explica que, por meio da agroecologia, as pessoas do interior podem ter comida limpa na mesa diariamente. “Apenas três canteiros fornecem alimento para uma família inteira”. Além disso, Venzon ressalta que tem crescido a procura por alimentos naturais. “Há mercado garantido para a venda da produção que não for consumida”, finaliza.

 

DETALHES

Os kits do projeto são distribuídos sem custos para os beneficiados, que ainda têm acompanhamento técnico durante um ano e meio e cursos de associativismo, agroecologia e comercialização. Segundo o diretor-presidente da FEA, Rogério Dalló, o protótipo ideal de implantação do Pais contempla nove canteiros por propriedade. Também ressalta que a ideia não é substituir culturas, mas complementar a matriz produtiva. “Propomos um melhor aproveitamento da propriedade com foco na segurança alimentar”.

O prefeito de Vale do Sol, Clécio Halmenschlager, destaca que as ações vêm ao encontro da diversificação das propriedades. Além disso, ressalta que o projeto de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável agrega renda e difunde saúde entre as famílias favorecidas. “A produção agroecológica é um investimento em qualidade de vida”.

Saiba mais

Durante toda a semana, representantes dos municípios beneficiados com o Pais no Estado puderam aprender em Vale do Sol detalhes sobre a implantação do sistema. Inicialmente, as atividades contemplaram a parte teórica no pavilhão da Comunidade Espírito Santo, em Faxinal de Dentro. Depois, os envolvidos aprenderam a montar os kits do projeto na prática. Na propriedade de Cléo de Oliveira Ramos deixaram tudo pronto para o lançamento que aconteceu nesta sexta-feria.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink