Ações da Arysta LifeScience beneficiam comunidade de Salto de Pirapora/SP

Agronegócio

Ações da Arysta LifeScience beneficiam comunidade de Salto de Pirapora/SP

Eempresa faz parcerias com instituições de ensino e apóia projetos socioambientais
Por:
2785 acessos
Por meio de sua unidade industrial, a empresa faz grandes parcerias com instituições de ensino, apóia projetos socioambientais e incentiva a pesquisa científica
 

Com uma sólida política de responsabilidade socioambiental, a Arysta LifeScience, maior empresa privada do mundo no mercado de proteção de plantas e ciências da vida, está desenvolvendo diferentes programas em Salto de Pirapora (SP) e região, sede da unidade industrial da empresa. As iniciativas vão desde a educação em sala de aula até a orientação no campo, visando conscientizar os produtores rurais sobre a utilização correta dos defensivos agrícolas e contribuir para o desenvolvimento sustentável e científico da comunidade.

Jornada Cientifica e Tecnológica da UFSCar – Campus Sorocaba
Ciente da importância da pesquisa e do conhecimento para o desenvolvimento humano, a Arysta patrocinou a 1ª Jornada Científica do campus Sorocaba da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos –SP). O evento teve como objetivo promover a divulgação dos trabalhos de ensino, pesquisa e extensão nas áreas biológicas, exatas e humanas realizados por docentes, alunos bolsistas ou voluntários de graduação, pós-graduação e pós doutorado. Cerca de 1800 alunos estarão envolvidos e poderão inscrever seus trabalhos e ainda concorrer a premiações. O 1º lugar ganhou um notebook, o segundo uma câmera fotográfica e o terceiro colocado um MP3, sendo todos os prêmios fornecidos pela Arysta.

“A iniciação científica é um passo importante na formação dos alunos, pois é nesta etapa que entram em contato com desenvolvimentos de projetos, lapidando suas habilidades para análise de dados, apresentação de resultados em forma oral e escrita, criando um perfil diferenciado no profissional formado. E o apoio da Arysta foi um grande incentivo aos estudantes de iniciação científica”, explica o professor doutor Antonio Riul Jr., um dos coordenadores da Jornada. Riul explica também que a premiação incentiva os alunos a prepararem trabalhos completos, atuando indiretamente no desenvolvimento de seus projetos, e certamente atuará como mola propulsora em edições futuras da Jornada Científica do campus Sorocaba.

Projeto Revegetação e Enriquecimento em Áreas de Preservação Permanente
A planta fabril da Arysta possui certificações Internacionais de Gestão de Qualidade (ISO 9001), Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional (OHSAS 18001) e Sistema de Gestão Ambiental (ISO 14001), que garante a prevenção da poluição em seus processos produtivos relacionados às emissões atmosféricas e geração de resíduos e efluentes. Esse empenho demonstra a consciência socialmente responsável e comprometida da empresa com o meio ambiente. Mas o compromisso ambiental da companhia não se restringe ao complexo industrial. Pela segunda vez, a Arysta apóia uma iniciativa da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Salto de Pirapora doando 4 mil mudas para o projeto Revegetação e Enriquecimento em Áreas de Preservação Permanente com Espécies Arbóreas Nativas no Município, que prevê o plantio dessas espécies no Distrito Industrial II da cidade.

“Trabalhar em conjunto com a comunidade, em prol de um objetivo comum, torna este projeto singular, já que a união de esforços proporciona ainda mais benefícios ao meio ambiente e à sociedade em geral”, afirma Carlos Melo, gerente da fábrica.

Visita à fábrica da Arysta
Na Arysta LifeScience, a fabricação dos produtos é monitorada de ponta a ponta, por meio de um rigoroso processo de garantia de qualidade. Essa vigilância constante inclui inspeções e ensaios durante todas as etapas de produção, além de análises físico-químicas de matérias-primas e produtos acabados, que são realizadas em laboratórios de alta tecnologia, com equipamentos de última geração. E para apresentar todo esse processo, a história da empresa, bem como os programas e trabalhos com Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional, a Arysta abriu as portas de sua fábrica para receber a turma do 4º ano de Engenharia Florestal da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) - Unidade Sorocaba nos meses de outubro e novembro.

Para o coordenador do curso, o professor doutor Juliano Wendt, esse tipo de atividade traz um rico conjunto de informação ao futuro engenheiro que tem a oportunidade de conhecer em detalhes uma indústria de defensivos agrícolas e sua variedade de produtos. “Apenas os engenheiros agrônomos e os engenheiros florestais podem emitir receituários agronômicos, e com uma visita como essa, os acadêmicos podem conhecer as diferentes soluções e apresentá-las como alternativas ao controle a uma determinada planta invasora, doença ou praga quando e como for necessário”.

“Para a Arysta LifeScience é sempre importante fazer parte de trabalhos diferenciados que contribuam com o desenvolvimento da agricultura brasileira e principalmente das pessoas que fazem parte dela”, finaliza Carlos Melo.

As informações são da assessoria de imprensa da Arysta LifeScience.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink