Acrimat: Projeto segue para mais 14 mil fazendas
CI
Agronegócio

Acrimat: Projeto segue para mais 14 mil fazendas

Por:
A equipe multidisciplinar do projeto da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), denominado Acrimat em Ação, vai dar início nesta quinta-feira (3) à sua terceira rota. Serão oito municípios visitados, Tangará da Serra, Brasnorte, Juara, Juína, Castanheira, Juruena, Cotriguaçu e Aripuanã. Essas cidades possuem 3,5 milhões de cabeças de gado e estão nas regiões centro- sul, noroeste e do Arinos, que compõem um rebanho de 8,3 milhões de cabeças e mais de 14 mil propriedades rurais. “A caminhada será de cerca de 6 mil quilômetros e vamos encontrar situação diversas, como problemas com pastagem, estradas e falta de frigoríficos para abater o gado”, analisou o superintendente da Acrimat, Luciano Vacari, que coordena o projeto.


Os municípios visitados estão em regiões que possuem cinco plantas frigoríficas com capacidade de abate diário de 3.445 mil, sendo uma do Marfrig, com capacidade de abate de 1.800 cabeças em Tangará da Serra, o JBS tem uma unidade em Juara para abater diariamente até 825 cabeças e outra em Juruena para 900 animais, o frigorífico Guaporé em Juína para 500 animais e a planta da indústria Pantanal em Juara, que está fechada e compromete o abate de 420 cab/dia.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink