Acrimat se reúne com Frialto antes da Assembleia

Agronegócio

Acrimat se reúne com Frialto antes da Assembleia

Nesta quarta-feira (01-12) uma nova proposta do frigorifico será discutida
Por:
1002 acessos
Nesta quarta-feira (01-12), às 15 horas, na sede da Associação os Criadores do Norte de Mato Grosso - Acrinorte, em Sinop (MT), será realizada uma reunião entre a Associação dos Criadores de Mato Grosso – Acrimat, a diretoria do grupo Frialto e pecuaristas de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia. Na pauta a nova proposta do frigorifico, em processo de recuperação judicial desde maio, que será apresentada na terceira Assembleia Geral de Credores – AGC - do dia 02 de dezembro, às 9 horas, na Rua das Avencas, n.º 2377 – Amazon Centro de Eventos, em Sinop/MT.

“Vamos mais uma vez ouvir a proposta do Frialto”, disse o superintendente da Acrimat, Luciano Vacari, que vai participar da reunião juntamente com o presidente da entidade, Mário Candia e o assessor jurídico, Armando Biancardini. Ele revela que a nova sugestão do frigorifico deve ser a de indexar a divida dos produtores ao preço da arroba. “Nós temos informação de que o Frialto pretende converter a dívida equivalente ao preço da arroba e o valor seria corrigido conforme a cotação do boi gordo. Mas, não sabemos detalhes dessa proposta, como prazo e número de parcelas”, comenta Vacari.

Após a reunião, os representantes da Acrimat e os pecuaristas credores irão fazer uma avaliação da proposta apresentada. “Pretendemos avaliar e fechar questão quanto a proposta para chegar à Assembleia com uma decisão tomada, isso vai agilizar todo processo”, explica o assessor jurídico da Acrimat, Armando Biancardini Candia. Ele ainda ressalta que “é importante a participação de todos os credores para que se manifestem e façam suas considerações para constar na Ata da assembleia, essa é a oportunidade para que todos sejam ouvidos”.

A primeira Assembleia foi realizada no dia 21 de outubro, mas foi suspensa por falta de uma proposta de Plano de Recuperação Judicial por parte do grupo Frialto composto pelas sociedades Vale Grande Indústria e Comércio de Alimentos S.A., Agropecuária Ponto Alto LTDA. e Urupuá Indústria e Comércio de Alimentos LTDA. A última tentativa de acordo realizada no dia 10 de novembro também foi suspensa a pedido de 98% dos credores presentes, para avaliar a oferta de pagamento à vista de até R$ 25 mil, e dividido de forma escalonada o restante da dívida em até 5 anos. Nessa terceira AGC, a Frialto deve apresentar um novo Plano chamado de equivalência de arroba.

A Dívida com os pecuaristas

São 1.203 pecuaristas credores de 12 Estados de chega a R$ 95.041.779,12. A maior parte dessa dívida é com os pecuaristas de Mato Grosso, que corresponde a 50,37% do débito com R$ 47.874.301,27 a receber por parte de 49,37% dos credores, totalizando 594 pecuaristas, divididos em 37 municípios.

A divida com os demais Estados é a seguinte: Rondônia (RO) R$ 18.083.374,27 e 296 credores; Mato Grosso do Sul (MS) R$ 14.612.175,51 e 202 credores; Pará (PA) R$ 5.305.803,00 e 66 credores; Paraná (PR) R$ 3.443.563,42 e 21 credores; São Paulo (SP) R$ 3.875.460,03 e 18 credores; Minas Gerais (MG) R$ 135.186,17 e 2 credores; Santa Catarina (SC) R$ 678.463,01, e 1 credor; Goiás (GO) R$ 611,707,06 e 1 credor; Amazonas (AM) R$ 337, 069,81 e 1 credor; Maranhão (MA) R$ 46.732,17 e 1 credor; e Rio Grande do Sul (RS) R$ 37.943,40 e 1 credor.

O pedido de Recuperação Judicial

A empresa protocolou o pedido de recuperação judicial na Comarca de Sinop (MT), no dia 24 de maio. O grupo possui 8 unidades de abates em 5 Estados ( MT, MS, RO, SP, GO). Em Mato Grosso são 3 plantas, localizadas em Nova Canaã do Norte, Matupá e Sinop , e uma planta em construção em Tabaporã. A dívida total do Frialto é de R$ 564 milhões.
 
As informações são da assessoria de imprensa da Associação dos Criadores de Mato Grosso – Acrimat.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink