Acrimat tem grandes desafios

Agronegócio

Acrimat tem grandes desafios

Um deles é colocar o novo parque de exposição em funcionamento
Por: -Elaine Perassoli
1178 acessos

Nos próximos 3 anos, o trabalho do pecuarista José João Bernardes que assumiu a presidência da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), será um grande desafio. Ele terá a missão de colocar o novo parque de exposição em funcionamento e, ainda, dar continuidade a outras ações como a qualificação e capacitação dos integrantes da cadeia produtiva. Mas não é só isso, o novo presidente terá que dar andamento às discussões sobre o Código Florestal e o projeto de Zoneamento Socioeconômico e Ecológico (ZSEE). "Todo o meu trabalho será pautado no Diagnóstico da Pecuária, feito em 2004", adianta.

Já no dia da posse, cobrou do governo estadual maior agilidade nos processos de concessão do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e da Licença Ambiental Única (LAU). Sem estes documentos o produtor não pode fazer financiamento. O resultado foi imediato, o secretário adjunto dos Programas do Governo, Vicente Falcão, garantiu que a secretaria de Estado de Meio Ambiente foi reestruturada para que esses documentos sejam expedidos no máximo em 3 dias.

Com tantas atribuições, o dia de José João terá que ser esticado. Mas ele está otimista porque assume a entidade num momento positivo do setor pecuário. Em 2010 houve uma recuperação nos valores da arroba do boi. A manutenção dos preços dos custos de produção trouxeram uma melhor rentabilidade para o criador. Na opinião dele, o papel da entidade é levar informação ao produtor, disponibilizar conhecimento, representá-lo nas demandas junto ao governo, segmentos organizados da sociedade e, ainda, reivindicar programas de incentivo financeiro, como crédito subsidiado.

José João salienta que o Zoneamento é necessário para que se possa definir políticas de investimentos e facilitar o acesso dos pecuaristas às linhas de crédito. Sobre o Código Florestal, diz que, por enquanto, está atendendo as necessidades dos pecuaristas. "Precisamos que estas 2 coisas fiquem prontas logo para que os criadores possam dar andamento a seus projetos".

Outro desafio do novo presidente é aumentar o número de associados. "Quanto mais forte e representativa a Acrimat estiver, mais facilidade teremos de negociar".

Para José João uma das dificuldades para 2011 é a morte súbita das pastagens, que há alguns anos tira o sono dos produtores e que tem se agravado nos últimos meses. A brachiária brizanta sempre foi a mais afetada, mas o presidente diz que já teve notícias da morte de outras espécies de brachiárias e considera o fato preocupante.

Novo parque de exposições

A construção e instalação do novo parque de exposição, localizado à cerca de 15 quilômetros de Cuiabá, com acesso pela BR 364 e também pela estrada de Santo Antônio do Leverger, está na lista dos grandes desafios. Apesar da negociação ser antiga, as decisões só começaram a se concretizar no ano passado. O processo é lento. Mas todos estão otimistas.

O novo presidente da Acrismat, José João Bernardes conta que já existe um projeto de ocupação da área do novo parque de exposições e recursos garantidos pela bancada de políticos estaduais e federais. Antes de elaborar o projeto, o arquiteto Antônio Carlos Candia visitou parques de exposição como o de Esteio (RS), Londrina (PR) e vários outros. José João destaca que a obra é ampla e, por isso, é necessário fazer uma boa base. O local será utilizado por no mínimo 40 anos. "Tem as obras de saneamento básico, asfalto, energia e várias outras que custam dinheiro, mas não aparecem".

A expectativa é que já em 2012, a Expoagro seja realizada em caráter experimental no novo parque de exposições."Sabemos que a obra é demorada, mas estamos otimista. Por isso é que previmos a inauguração para 2014, quando tudo estiver absolutamente pronto". (EP)

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink