Açúcar: contratos futuros encerram a semana em baixa
CI
Imagem: Pixabay
MERCADO

Açúcar: contratos futuros encerram a semana em baixa

Os contratos futuros do açúcar encerraram a semana em baixa nas bolsas internacionais na última sexta-feira (13)
Por:

Os contratos futuros do açúcar encerraram a semana em baixa nas bolsas internacionais na última sexta-feira (13). O único lote da ICE, de Nova York, que fechou positivo foi o vencimento março/21, comercializado em 14.96 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 4 pontos no comparativo com a véspera. Os demais lotes fecharam no vermelho.

O vencimento maio/21 do açúcar bruto comercializado na ICE, foi vendido a 14.07 cts/lb, recuo de 5 pontos. As demais telas se desvalorizaram entre 7 e 15 pontos, quando comparadas ao dia anterior.

Segundo o analista Arnaldo Luiz Corrêa, da Archer Consulting, "o mercado futuro de açúcar em NY fechou a semana praticamente inalterado em relação à semana passada (...) Imagino que mais empresas estão aproveitando os bons preços em reais por tonelada para adicionar fixações".

Ainda segundo Corrêa, "após a euforia da semana anterior, quando o real se valorizou frente ao dólar em mais de 6%, nesta semana a moeda americana encerrou a sexta cotada a R$ 5.4600, uma valorização de 0.8%. Assim, os açúcares para exportação fecharam equivalentes a R$ 1,678 por tonelada FOB na média da 21/22 e R$ 1,573 por tonelada FOB na média para a 22/23. Uma melhora de R$ 13 por tonelada em ambas".

O diretor da Archer destacou também que o mercado ainda convive com a dúvida acerca da reedição do subsídio indiano. "O senso comum aponta para uma redução das atuais 10,400 rúpias para um nível mais palatável em conformidade com a complicada situação fiscal que o país enfrenta com a pandemia e a redução drástica na atividade econômica. Segundo a revista The Economist, o PIB indiano encolheu 23.9% no trimestre. Nosso cálculo aponta que se o subsídio de exportação fosse reduzido em 25%, para cerca de 7,800 rúpias a Índia ainda estaria competitiva nos atuais níveis de preços de açúcar em NY".

Londres

Em Londres o açúcar branco também subiu no primeiro lote, com vencimento em dezembro/20, vendido na sexta-feira em US$ 412,80 a tonelada, valorização de 5,90 dólares. No vencimento março/21 a commodity fechou estável, cotada em US$ 406,80 a tonelada. As demais telas recuaram entre 3,80 e 4,30 dólares.

Mercado doméstico

No mercado interno o açúcar cristal voltou a subir na última sexta-feira, recuperando a perda do dia anterior, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi negociada na última sexta em R$ 105,14, alta de 0,36% no comparativo com a véspera.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink