Açúcar: contratos futuros iniciam a semana em baixa nas bolsas internacionais
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
MERCADO

Açúcar: contratos futuros iniciam a semana em baixa nas bolsas internacionais

Os contratos futuros do açúcar fecharam em baixa nesta segunda-feira (8) nas bolsas internacionais
Por:

Os contratos futuros do açúcar fecharam em baixa nesta segunda-feira (8) nas bolsas internacionais. Em Nova York, na ICE, o vencimento março/21, que expira nesta semana, fechou cotado em 16,27 centavos de dólar por libra-peso, queda de 15 pontos no comparativo com os preços de sexta-feira. Já a tela para maio/21 caiu 9 pontos, negociada em 15,61 cts/lb. Os demais contratos caíram entre 1 e 7 pontos, à exceção do contrato para outubro/21 que fechou estável.

Segundo análise de mercado da Agência de Notícias Reuters, "especuladores reduziram suas apostas altistas no açúcar bruto na ICE em 6.171 contratos na semana até 2 de fevereiro, passando a somar 149.896 contratos. O Rabobank disse que os traders comerciais, no entanto, cobriram agressivamente o movimento, comprando de volta 7.419 lotes líquidos".

Londres

Em Londres o açúcar branco avançou para o maior nível em quase quatro anos nesta segunda-feira, impulsionado pelo aperto nas ofertas no mercado físico, que gerou interesse pelo primeiro contrato antes de seu vencimento nesta semana.

Os lotes com vencimento em março/21 recuaram 2,80 dólares, negociados em US$ 472,00 a tonelada. Durante o pregão o contrato bateu 479,70 dólares, maior nível desde abril de 2017. Os demais lotes recuaram entre 30 cents e 1,40 dólar.

"O aperto nas ofertas no mercado físico, ligado a uma escassez global de contêineres, levou o contrato março a abrir um grande prêmio frente ao vencimento maio, à medida que compradores recorrem à bolsa para garantir ofertas", destacaram analistas à Reuters.

Mercado doméstico

No mercado interno o açúcar cristal fechou pelo quinto dia seguido em baixa pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. Ontem, a saca de 50 quilos foi negociada em R$ 106,04, contra R$ 106,96 a saca da última segunda-feira, recuo de 0,86% no comparativo entre as datas.

Etanol diário

Já o etanol hidratado iniciou a semana com forte alta pelo Indicador Diário Paulínia. Ontem, as usinas negociaram o biocombustível em R$ 2.242,50 o metro cúbico, contra R$ 2.208,50 da última sexta-feira, valorização de 1,54% no comparativo entre os dias.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink