Açúcar/CEPEA: Altas internacionais e chuva sustentam preços internos

Agronegócio

Açúcar/CEPEA: Altas internacionais e chuva sustentam preços internos

O Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) fechou a R$ 54,40/saca de 50 kg na terça-feira
Por:
1149 acessos

As cotações internacionais continuam em alta, o que incentiva as usinas a se manterem firmes nos preços de venda no mercado doméstico, segundo informações do Cepea. O Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) fechou a R$ 54,40/saca de 50 kg na terça-feira, 14, alta de 1,28% sobre a terça passada. Variações semanais positivas não eram vistas desde o começo de fevereiro. A chuva durante a semana passada também contribuiu para a firmeza dos preços, pois dificultou a colheita de cana e interrompeu o processo produtivo. Considerando-se que o açúcar tem sido rapidamente comercializado pelas usinas, que deixam de estocar porque precisam de capital de giro, com a interrupção, caíram a disponibilidade e a oferta para o spot. Algumas unidades chegaram mesmo a sair do mercado. Os preços no estado de São Paulo, aparentemente, não reagiram devido à retração também na demanda, de acordo com pesquisadores do Cepea. Apenas alguns consumidores mantiveram suas compras, a despeito da mudança de tendência no mercado, porque realmente precisavam do produto. Isso não foi suficiente, no entanto, para fortalecer o lado comprador. Aqueles que ainda têm açúcar estocado ficaram fora do mercado, por acreditar que os preços voltarão a ceder no curto prazo, já que ainda não se atingiu o pico da safra.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink