Adapec alerta produtores rurais sobre a importância da vacinação

Agronegócio

Adapec alerta produtores rurais sobre a importância da vacinação

Os produtores rurais devem comprar as vacinas em lojas credenciadas pela Adapec e conservar as mesmas na temperatura entre 2ºC e 8ºC
Por:
1916 acessos
Rebanho saudável é sinônimo de rentabilidade e lucratividade, por isso os produtores rurais devem estar atentos com o calendário anual de vacinação. A Adapec – Agência de Defesa Agropecuária – recomenda que os produtores aproveitem o manejo do gado, durante a vacinação contra a febre aftosa, que será realizada de 1º a 31 de maio, para imunizar os animais contra a Raiva e a Brucelose, enfermidades que fazem parte dos Programas de Controle do Sistema de Defesa e Sanidade Animal.

Os produtores rurais devem comprar as vacinas em lojas credenciadas pela Adapec e conservar as mesmas na temperatura entre 2ºC e 8ºC. “Devem ser transportadas até a propriedade rural em caixas térmicas com gelo e aplicadas em horários mais frescos do dia”, explicou o diretor de defesa, inspeção e sanidade animal da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, acrescentando que as vacinas devem ser aplicadas na tábua do pescoço do animal, de forma intramuscular ou subcutânia, sob a pele.

Ainda segundo Rocha, os vacinadores habilitados devem ter cuidados também com o manejo de agulhas e seringas. Recomenda-se que elas sejam trocadas por uma nova, a cada dez aplicações, para evitar o aparecimento de caroço, calombo ou até infecções nos animais. “O correto é que, em caso de dúvida deve-se procurar orientações com médicos veterinários particulares ou na própria Adapec”, afirmou.

De acordo com o presidente da Adapec, Geraldino Ferreira Paz, as enfermidades causam grandes prejuízos econômicos que atingem diretamente toda a cadeia produtiva do Estado. “Precisamos da consciência do trabalho mútuo de toda a cadeia produtiva, priorizando o controle e prevenção de doenças para a segurança sanitária, exigidas pelo mercado nacional e internacional”, destaca.

Febre Aftosa

Na I etapa de vacinação contra a febre aftosa, todos os bovídeos (bovinos e bubalinos) devem receber a dose, indiferentemente da faixa etária. A dose de vacina a ser aplicada é de 5 ml.

No Tocantins, as campanhas de vacinação antiaftosa ocorrem nos meses de maio e novembro. É importante lembrar que os produtores devem comprovar a imunização nos escritórios da Agência, presentes nos 139 municípios do Estado.

Brucelose

A vacina B19 contra a Brucelose, realizada obrigatoriamente nas fêmeas com idade entre 3 e 8 meses, deve ser aplicada por um vacinador capacitado e sob a responsabilidade de um médico veterinário da iniciativa privada cadastrado na Adapec. Além disso, é necessário que o vacinador utilize equipamentos de proteção individual (EPI), pois a vacina é viva. Os frascos da vacina após serem utilizados deverão ser descartados.

Depois de imunizado o animal recebe uma marca na cara, o “V” de vacinado e o último algarismo do ano corresponde, por exemplo o “1” de 2011, ficando V1.

Raiva

A vacinação anti-rábica, este ano, será obrigatória nos seguintes municipios: Araguacema, Aparecida do Rio Negro, Porto Nacional, Chapada da Natividade, Brejinho de Nazaré, Monte do Carmo, Palmas, Miracema, Lagoa da Confusão, Novo Jardim, Peixe, Paranã, Santa Rita do Tocantins, Ponte Alta do Tocantins, Divinópolis, Sucupira, Alvorada, Aliança, Araguaçu e Sandolândia. Essas áreas é onde tem ocorrido as maiores incidência da doença.

Na ocasião, devem receber as vacinas todos os animais herbívoros (bovinos e bubalinos, eqüídeos, caprinos e ovinos), independente da idade. “A dosagem é de 2 ml por animal. Os animais que receberão a primeira vacina devem ser revacinados em 30 dias e ficam protegidos por um período de 12 meses”, explica o diretor Alberto Mendes.

Vale lembrar que, o produtor deve informar a Adapec sobre a existência de morcegos hematófagos, principal transmissor da doença. As capturas desses morcegos realizadas por técnicos da Agência tem abrangido várias regiões do Estado, sem nenhum custo ao produtor. A Agência também disponibiliza gratuitamente o Disque Defesa pelo 0800 63 11 22 e o Fale Conosco pelo enderenço eletrônico: www.adapec.to.gov.br

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink