Adapi alerta para prejuizos provocados pela aftosa
CI
Agronegócio

Adapi alerta para prejuizos provocados pela aftosa

Adapi alerta aos criadores de gado do Piauí para prejuizos provocados pela aftosa
Por:
O diretor da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), José Antônio Filho, alertou, nessa quarta-feira (27), aos criadores de gado do Estado para a necessidade de vacinação do seu rebanho bovino e bubalino contra a febre aftosa, apontando para os problemas que a recusa pode provocar. O Piauí está perdendo mercado e os eventos agropecuários estão prejudicados. Dos 1,6 milhão de cabeças de gado existentes no Piauí, pelo menos 20% não receberam vacina.


O cadastro de propriedades rurais do Estado, segundo José Antônio Filho, apontou para a existência de 176 mil unidades em que se praticam a pecuária e a agricultura. Conhecendo a realidade das propriedades rurais, é impossível aos criadores deixar de vacinar o rebanho, porque os técnicos vão procurá-los em seus domicílios para forçar essa medida que tem grande importância para a sanidade animal do rebanho bovino do Piauí.


O Piauí, esclareceu José Antônio, não atingiu a faixa aceita pelo Ministério da Agricultura para liberação do rebanho do Piauí à comercialização como área de baixo risco para a aftosa. O próximo passo será atingir os números necessários, o que deve corresponder a cobertura vacinal de índice superior a 80% em todo o Estado. A última campanha de vacinação para erradicação da aftosa ocorreu em maio passado.


"O que estamos fazendo é apenas cumprindo a lei que autoriza a Agência de Defesa Agropecuária a fazer inspeção nas propriedades dos criadores inadimplentes, isto é, aqueles que se recusaram a fazer a vacinação do rebanho", alertou o dirigente.

A Adapi está enviando seus técnicos ao interior do Estado, principalmente aos municípios em que a vacinação não atingiu os índices esperados na campanha de maio. Sendo assim, explica o dirigente da Adapi, esses criadores poderão ser multados de acordo com a legislação em vigor.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.