África olha para a segurança alimentar

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Marcel Oliveira
MUNDO

África olha para a segurança alimentar

“Vamos criar hoje, uma parceria mais forte"
Por: -Leonardo Gottems

Uma coalizão de bancos multilaterais de desenvolvimento e parceiros de desenvolvimento, incluindo o Banco de Desenvolvimento da África e o Fundo Internacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), prometeu mais de US $ 17 bilhões para combater o aumento da fome e melhorar a segurança alimentar na África. 

O anúncio foi feito em 30 de abril durante “Alimentando a África: liderança para expandir inovações de sucesso”, um fórum de alto nível organizado pelo Banco de Desenvolvimento da África e o FIDA em parceria com o Fórum para Pesquisa Agrícola na África (FARA) e a Organização do Sistema CGIAR. A promessa da coalizão inclui o compromisso de impulsionar a produção agrícola, dobrando os níveis de produtividade atuais por meio do aumento de agro-tecnologias, investindo no acesso aos mercados e promovendo a pesquisa e o desenvolvimento agrícola. 

O Banco Africano de Desenvolvimento concordou em prometer mais de US$ 10 bilhões, incluindo US$ 1,57 bilhão que serão usados para aumentar 10 commodities prioritárias selecionadas nos próximos cinco anos na esperança de ajudar os países da África a alcançar a autossuficiência. Os US$ 8,83 bilhões restantes serão destinados à construção de fortes cadeias de valor para essas commodities nos próximos cinco anos e incluirão programas destinados a criar oportunidades para os jovens - especialmente para as mulheres. 

“Vamos criar hoje, uma parceria mais forte: uma parceria para maior escala; uma parceria para levar tecnologias e inovações a centenas de milhões de agricultores ”, disse Akinwumi A. Adesina, presidente do Banco de Desenvolvimento da África. Enquanto isso, o FIDA prometeu US $ 1,5 bilhão à África para apoiar os esforços nacionais para transformar os sistemas agrícolas e alimentares nos próximos três anos. Além disso, a entidade planeja investir na criação de pré-condições para o aumento da produtividade agrícola. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink