Aftosa: Indea à espera de R$ 5 milhões
CI
Agronegócio

Aftosa: Indea à espera de R$ 5 milhões

Indea à espera de R$ 5 milhões para aplicação no programa de sanidade animal. Os recursos referem-se ao exercício de 2008
Por:

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea) está aguardando a liberação de R$ 5 milhões solicitados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para aplicação no programa de sanidade animal. Os recursos referem-se ao exercício de 2008.

De acordo com o presidente do Indea/MT, Décio Coutinho, o último repasse relativo ao orçamento de 2007, no valor de R$ 4,99 milhões, foi feito no começo deste ano pelo Mapa.

“Já se tornou praxe o ministério atrasar o repasse do dinheiro para a sanidade animal, porém o orçamento vem sendo cumprido. Agora estamos reivindicando a primeira parte dos recursos deste ano para que possamos implementar nossas ações”, afirmou Coutinho, acrescentando que o programa jamais deixou de ser executado integramente em Mato Grosso mesmo com o atraso dos recursos.

Ele afirmou que a liberação dos recursos é importante neste momento em que Mato Grosso se prepara para dar início a terceira e última etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa do ano, no mês de novembro. Esta etapa é obrigatória para todos os animais do Estado – inclusive para a região do Pantanal – e para todas as faixas etárias.

Coutinho afirmou estar tranqüilo quanto ao sucesso da próxima campanha, pois todos os segmentos envolvidos – órgãos de defesa sanitária, pecuaristas, sindicatos rurais, prefeituras e o Fundo Emergencial para Febre Aftosa (Fefa) – já estão mobilizados. A campanha, que deverá vacinar 26 milhões de bovinos em Mato Grosso, começa no dia 1° de novembro e se estende até o dia 30 do mesmo mês em todo o Estado. Somente o Pantanal terá o prazo estendido até 15 de dezembro devido às dificuldades de manejo nesta época do ano na região.

VACINA – Coutinho informou que o Indea solicitou ao Mapa a liberação de 30 mil doses de vacinas para a etapa de vacinação do mês de novembro. As vacinas estarão disponíveis no comércio agropecuário sete dias antes do início da campanha, ou seja, a partir do dia 24 de outubro. A distribuição das doses – que serão comercializadas ao preço de R$ 1 a R$ 1,2/dose, dependendo da região - será feita em três etapas. Normalmente, as indústrias mantêm contato com as revendas locais e fazem a distribuição [da vacina] de acordo com as necessidades de cada região. Todas as regiões terão de vacinar seu gado na etapa de novembro, que é obrigatória para todas as faixas etárias do rebanho, de “mamando a caducando”.

“Mais uma vez contamos com o apoio dos pecuaristas, que sempre foram nossos parceiros, para mais esta empreitada. É hora de mantermos e melhorarmos os níveis de vacinação conquistados nas últimas campanhas. Mato Grosso precisa manter este controle para continuar com 100% do seu território declarado livre de aftosa com vacinação pela Organização Internacional de Saúde Animal (OIE)”, frisou o presidente do Indea, Décio Coutinho.

Ele lembrou que os proprietários que encontrarem dificuldades para realizar a vacinação devem procurar uma unidade regional do órgão, os sindicatos rurais, os comitês, as secretarias de Agricultura dos municípios ou buscar informações pelo telefone do “Disque-Aftosa”, 65-800-30-15.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.