Aftosa já tirou US$ 1 bilhão do Mato Grosso do Sul

Agronegócio

Aftosa já tirou US$ 1 bilhão do Mato Grosso do Sul

Os casos de aftosa identificados em 2005 no MS já tiraram US$ 1 bilhão da economia estadual
Por: -Humberto Marques e Graciliano Rocha
2 acessos

Os casos de febre aftosa identificados desde o ultimo trimestre de 2005 em Mato Grosso do Sul já tiraram US$ 1 bilhão da economia estadual, segundo avaliação feita na tarde dessa segunda-feira (01-01) pelo presidente do Conselho Extraordinário de Relações Nacionais e Internacionais para o Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso do Sul, Marcus Vinicius Pratini de Moraes. “Este é um prejuízo que precisa ser estancado”, salientou o ex-ministro, que toma posse logo mais do comando do órgão criado com o objetivo de “vender” a imagem do Estado no exterior.

Pratini de Moraes informou que, na manhã desta terça-feira, já promoveu reuniões com a nova secretária de Desenvolvimento Agrário, Produção e Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa, e com o diretor do Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Roberto Bacha, para discutir as ações a serem tomadas para recuperar o status de área livre de febre aftosa com vacinação para o Estado. No encontro, foi apresentada uma agenda de 15 pontos, abrangendo sobretudo a defesa sanitária animal do Estado.

O presidente do conselho ressaltou que a principal medida a ser tomada em um primeiro momento é a de recuperar a imagem do Estado no exterior. “Em epidemiologia, risco zero não existe. Precisamos tirar a imagem de rolatividade e falta de estabilidade de Mato Grosso do Sul na questão da defesa sanitária”, afirmou Pratini de Moraes.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink