Aftosa na Bolívia faz o MS ampliar vacinação
CI
Agronegócio

Aftosa na Bolívia faz o MS ampliar vacinação

Em Ladário a vacinação de animais de todas as idades será integral
Por:

O foco de febre aftosa confirmado ontem (29-01) em rebanho no leste da Bolívia fez com que a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) baixasse hoje portaria determinando que a vacinação contra febre aftosa que começa dia 1º em 14 municípios na fronteira com a Bolívia e o Paraguai seja de mamando a caducando em Ladário e Corumbá. Nos outros somente os bezerros serão imunizados.

O diretor da Iagro, Roberto Bacha, argumenta na portaria a necessidade de preservar a saúde e o bem estar do rebanho de Mato Grosso do Sul. Em Ladário a vacinação de animais de todas as idades será integral. Em Corumbá será nas áreas não inundadas e áreas de risco localizadas à margem direita do rio Paraguai. O registro de comprovação será feito 15 dias após o término do próximo mês. Além disso, segundo informou ontem Bacha, a entrada de animais em pé, carne, queijo e produtos agrícolas da Bolívia está proibida.

As barreiras já começam a ser articuladas e, conforme informou Bacha, já na tarde de domingo policiais militares fizeram inspeções no posto da fronteira da Receita Federal, entre Corumbá e Bolívia. O foco ocorre em um momento delicado, quando Mato Grosso do Sul tenta rever o status sanitário junto ao mercado internacional. Amanhã ocorre reunião da Organização Mundial de Saúde Animal, em Paris, onde o Estado será defendido por técnico do Ministério da Agricultura. MS perdeu o status sanitário em outubro de 2005 após a confirmação da doença em animais de fazendas da região sul do Estado, começando por Japorã, depois Eldorado e Mundo Novo.

Quando o governo estadual decidiu reforçar a vacinação, pediu ao Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) a doação de um milhão de doses.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink