Agricultor dos EUA vai colher 12 toneladas de milho por hectare

Agronegócio

Agricultor dos EUA vai colher 12 toneladas de milho por hectare

Para a soja a previsão é de cerca de 4 toneladas/hectare
Por: -Leonardo Gottems
3068 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

A propriedade da família Gordon, dona de 500 hectares no estado norte-americano do Iowa, tem uma expectativa de produtividade para o milho de 12 toneladas por hectare (200 sacas) e para a soja de cerca de 4 toneladas/hectare (66 sacas). “Vamos ter a nossa melhor produção nos últimos três anos”, afirmou o produtor Wassenar Gordon.


Ele foi visitado por uma comitiva formada por 39 associados e técnicos da Cocamar. A família negocia sua safra com uma cooperativa local e nela armazena parte da produção, pagando um aluguel mensal. Outra parte fica guardada em silos na própria fazenda. A maioria dos associados da cooperativa recebe assistência técnica prestada pelos profissionais da entidade, mas, se quiserem, podem contratar empresas especializadas nesse serviço.

As estimativas de Wassenar Gordon conferem com as que os brasileiros ouviram nos dias anteriores, percorrendo outras propriedades, tanto em Iowa quando no estado de Illinois. Durante uma semana viajando pela principal região produtora de grãos do país, eles estiveram em várias fazendas, cooperativas e empresas e se depararam com tempo chuvoso em algumas localidades. 


A oferta desses volumes tende a acentuar a queda nas cotações internacionais das commodities, na opinião de especialistas. “Os norte-americanos estão preocupados que os preços fiquem abaixo dos custos de produção”, salientou Eiderval Vinícius Piazentin, produtor em Primeiro de Maio, região de Londrina, e integrante do conselho fiscal da cooperativa paranaense.

Nesse contexto, ainda na quinta-feira os brasileiros assistiram a uma palestra com a jornalista brasileira Edith Munro, setorista do mercado de commodities agrícolas. Ela confirmou a expectativa de que a colheita seja uma das maiores safras dos últimos anos, e também do risco de que as cotações sejam insuficientes para cobrir os custos de produção.

 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink