Agricultor Familiar produz 15 ton de maracujá amarelo por ano
CI
Agronegócio

Agricultor Familiar produz 15 ton de maracujá amarelo por ano

EBDA em parceria com a Embrapa analisam novas variedades adaptadas à região baiana
Por:
Espécie de maior interesse comercial e mais cultivada no Brasil, o maracujá amarelo é considerada a mais vigorosa e mais adaptada aos dias quentes. Em Marcionílio Souza, município localizado a 330 km de Salvador, a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S. A. (EBDA), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), analisam novas variedades do maracujá amarelo mais adaptadas à região.

Ao todo são estudadas 15 variedades do maracujá amarelo, em uma área de ½ hectare, localizada em uma unidade de avaliação de novas variedades de híbridos do maracujazeiro, instalada desde 2010, na fazenda do agricultor Rozildo Vieira dos Santos, no Lote Jardim da Saudade, em Marcionílio Souza.

“Saber qual a variedade que consegue produzir bem, em nossa região, é importante para a implantação de uma nova cultura, no município”, afirmou o técnico da EBDA, Jonas de Oliveira Cezar. Por este motivo a EBDA, órgão vinculado à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), vem atuando nas diversas regiões produtoras de maracujá, não só prestando assistência técnica, como também orientando sobre a necessidade de produção de variedades mais produtivas e adaptadas às regiões.

Os frutos produzidos na propriedade de Rozildo dos Santos são de qualidade. Segundo o Técnico, em um ano, eles conseguiram produzir aproximadamente 15 toneladas de maracujá amarelo.

A boa produção é resultado da assistência técnica prestada pela EBDA. Foi incentivada a utilização do sistema de irrigação por gotejamento (a água é vagarosamente fornecida a uma área específica, próxima às raízes da planta, por uma rede de gotejamento); e da adubação de fundação (adubação da cova) e de cobertura (adubação na superfície), que são feitas a cada 90 dias, com o espaçamento entre linhas de 2,5 metros e de uma planta para outra de 3,5 metros.

Depois do resultado que Rozildo dos Santos conseguiu em sua propriedade, outros agricultores familiares da vizinhança, já procuraram a EBDA para implantar a cultura em seus terrenos. “Antes o pessoal da região falava que era coisa de louco plantar maracujá aqui. Hoje, já temos outros agricultores produzindo e buscando utilizar as mesmas tecnologias”, declarou Jonas Cezar.

Para diminuir seu trabalho no campo e ter uma polinização natural garantida o agricultor, ao invés de fazer a polinização com as próprias mãos, captura ninhos de mamangavas (inseto que são bastante úteis para se obter uma polinização natural) e os coloca no seu pomar. Para as próximas safras o agricultor espera um aumento na produção.
Comercialização

Além de comercializar os maracujás no mercado local, Rozildo dos Santos também vende os frutos para o Programa Nacional de Alimentação e Escolar (PNAE) e no Programa de Aquisição de alimentos (PAA).

O agricultor espera que o esforço seja compensado com a manutenção de um bom preço do fruto. “A expectativa é boa, muito boa! Consegui um preço excelente na feira. Cheguei a vender o quilo do maracujá por R$ 2,00”, afirma.
Maior produção do Brasil

O maracujá amarelo é o mais cultivado em todo mundo. Cerca de 95% da produção de maracujá do Brasil é de maracujá amarelo. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado da Bahia é o maior produtor de maracujá do Brasil, seguido por São Paulo, Sergipe e Minas Gerais. Só a região de Livramento de Nossa Senhora, na Chapada Diamantina, no sudoeste do estado, é responsável por 30% da produção nacional.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.