Agronegócio

Agricultor terá que equacionar débitos

O desafio para o produtor é pagar o que deve e continuar produzindo
Por: -Redação
2 acessos

Nas últimas quatro safras - de 2003 a 2006 -, o Brasil produziu 476,1 milhões de toneladas de grãos, mas o agricultor empobreceu. As dívidas somam R$ 23,9 bilhões. Mas as previsões são de boa produção em 2007 - entre 118 milhões e 120,2 milhões de toneladas - e preços melhores. A boa fase deve se manter em 2008 e, segundo consultores, o produtor deverá colocar as dívidas em dia. "Esperamos novos investimentos e grande expansão da agricultura a partir de 2009", prevê André Pessoa, da Agroconsult.

O desafio para o produtor é pagar o que deve e continuar produzindo. "É uma dívida com juro caro. O governo precisa rever esse endividamento", defende o presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), César Ramalho. Para ele, a agricultura andou "de marcha à ré" na maior parte do governo Lula. "Entramos em 2003 com renda e investimentos para ampliar a produção, mas, de lá para cá, só houve queda de renda", disse Ramalho. O maior problema, segundo ele, foi o câmbio, com o dólar desvalorizado ante o real. "Na primeira safra do governo Lula, vendemos soja com o dólar a R$ 3,80. Na última, a moeda americana valia R$ 2,18".

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink