Agricultoras de Engenho Velho visitam família do PGS em Gramado dos Loureiros

Programa Gestão Sustentável

Agricultoras de Engenho Velho visitam família do PGS em Gramado dos Loureiros

Visitas foram acompanhadas pela equipe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Gramado dos Loureiros
Por:
52 acessos

Um grupo de 22 agricultoras do município de Engenho Velho visitou, na semana passada, o município de Gramado dos Loureiros, para conhecer agricultores familiares que estão desenvolvendo diferentes atividades produtivas e garantindo a geração de renda da propriedade rural. As visitas foram acompanhadas pela equipe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Gramado dos Loureiros.

A primeira visita realizada foi à propriedade da família Ramos, que trabalha com olericultura. A família relatou sua história aos visitantes, contando sobre o período que deixaram a agricultura e como resolveram retornar ao meio rural. A família Ramos está inserida no Programa Gestão Sustentável da Agricultura Familiar e recebe acompanhamento da Emater/RS-Ascar para o desenvolvimento das atividades da propriedade e melhoria da qualidade de vida. Segundo a família, a inserção no Programa garantiu resultados positivos na propriedade, como o estímulo a novos investimentos, a redução das despesas e a otimização do tempo, tudo isso em decorrência das anotações e reflexões sobre as receitas e despesas da família e das atividades produtivas.

?Hoje, antes de fazer qualquer investimento, a família discute a viabilidade. Isso já fez com que ocorressem algumas mudanças de planos. Da mesma forma, através da gestão das atividades, foi possível fazer cálculos e reduzir gastos que eram desnecessários, como a conta com o telefone fixo, por exemplo?, comentou a extensionista social da Emater/RS-Ascar, Carmem Roncaglio Zanella.

O agricultor Nelson Ramos destacou a importância da gestão dentro da propriedade rural, que sem planejamento e organização muitas famílias de agricultores poderão tornar suas atividades inviáveis, uma vez que ?é através dos registros que as pequenas despesas aparecem, e que parecem insignificantes, mas são estas que levam boa parte dos lucros?, ressaltou. A família, que pretende continuar na agricultura trabalhando com olericultura, relatou que, se não fosse o controle das contas, talvez num futuro próximo a permanência na atividade se tornaria inviável.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink