Agricultores argentinos rechaçam aumento das retenciones
CI
Imagem: Divulgação
MUNDO

Agricultores argentinos rechaçam aumento das retenciones

Todo o arco produtivo exige previsibilidade e regras claras, eles dizem
Por: -Leonardo Gottems

As novas medidas do Ministério da Agricultura da Argentina não caíram bem no setor produtivo, de acordo com o portal local agrofy.com.ar. O aumento das retenções para farelo de soja, óleo de soja e biodiesel gerou rejeição e desconforto em entidades como a Confederação de Associações Rurais de Buenos Aires e La Pampa e nas quatro redes (Maizar, Acsoja, Asagir e Argentrigo).

Produtores de La Pampa e Buenos Aires destacaram as assembléias que aconteceram ao longo da semana. Nesse sentido, eles apontaram: "O campo está ficando inquieto novamente, e analisando os encontros diante do grave destino que espera o país".

Por seu lado, as entidades que englobam as diferentes culturas destacaram: “Queremos avisar que voltamos a tropeçar na mesma pedra. Como argentinos temos a obrigação de opinar e propor. Precisamos de regras claras, certezas e incentivos”.

Todo o arco produtivo exige previsibilidade e regras claras. No sábado, o ministro Julián Domínguez afirmou que está trabalhando nesse sentido e que seu objetivo é cuidar da galinha dos “ovos de ouro”, em referência aos produtores.

No entanto, do setor agrícola eles percebem outro sinal. "As contradições permanentes do Ministro da Agricultura e seus secretários, contabilizando ações em uma direção e logo se livrando delas, ou tentando justificar decisões contrárias com palavras vazias de conteúdo."

“O campo é parte da solução e não parte do problema ”. As quatro redes destacaram ainda que se repetiu uma mudança nas regras do jogo feita sem consulta e unilateralmente pelo governo. “Recorrer a mecanismos de compensação que já se mostraram ineficazes no passado, além de gerar nichos de corrupção, claramente não é o caminho a seguir”, concluíram as cadeias do agronegócio.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.