Agricultores de doze municípios comemoram os 46 anos anos da Empaer
CI
Agronegócio

Agricultores de doze municípios comemoram os 46 anos anos da Empaer

Por:

Em comemoração aos 46 anos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), aconteceu nesta manhã de terça-feira (14.09), na Praça Alencastro, a 2ª Feira da Agricultura Familiar, com produtores rurais expondo e comercializando seus produtos. A área da pesquisa da Empaer mostrou o trabalho que é realizado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no melhoramento de cultivares, produção de trigo, flores tropicas, mudas de espécies nativas e outros. O evento é realizado em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) e Prefeitura de Cuiabá.

Em comemoração aos 46 anos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), aconteceu nesta manhã de terça-feira (14.09), na Praça Alencastro, a 2ª Feira da Agricultura Familiar, com produtores rurais expondo e comercializando seus produtos. A área da pesquisa da Empaer mostrou o trabalho que é realizado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no melhoramento de cultivares, produção de trigo, flores tropicas, mudas de espécies nativas e outros. O evento é realizado em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) e Prefeitura de Cuiabá.

Em comemoração aos 46 anos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), aconteceu nesta manhã de terça-feira (14.09), na Praça Alencastro, a 2ª Feira da Agricultura Familiar, com produtores rurais expondo e comercializando seus produtos. A área da pesquisa da Empaer mostrou o trabalho que é realizado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no melhoramento de cultivares, produção de trigo, flores tropicas, mudas de espécies nativas e outros. O evento é realizado em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) e Prefeitura de Cuiabá.

O presidente da Empaer, Enock Alves dos Santos, na abertura da feira, destacou a contribuição da extensão rural e da pesquisa para o desenvolvimento agrícola de Mato Grosso. Ele lembrou que as grandes culturas como a soja, milho, algodão e tantas outras foram semeadas no cerrado com o trabalho dos técnicos e pesquisadores da Empaer, bem como, no melhoramento genético das variedades tornando adaptável para o Estado. Parabenizou ainda todos os produtores e funcionários do órgão que são os responsáveis pelos 46 anos de existência e dedicação ao homem do campo. “Precisamos nos preparar para atender 140 mil agricultores familiares no Estado, fortalecendo a área da pesquisa e extensão”, disse Enock.

O diretor de operações da Empaer, Almir de Souza Ferro, ressaltou que a nova Lei de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) garantiu recursos ao Plano Plurianual do Governo Federal no período de 2008/2012, na ordem de R$ 160 milhões para atender agricultores familiares e assentados da Reforma Agrária. Segundo ele, houve um aumento de recursos para custeio e investimento e para Mato Grosso já foram liberados R$ 400 mil para atender os quilombolas dos municípios de Chapada dos Guimarães e Santo Antônio de Leverger. “A Extensão Rural e Agricultura Familiar estão vivendo o seu melhor momento e sendo assim, nós da Empaer também temos muito que comemorar no atendimento aos produtores rurais”, declarou Ferro.

Participaram da Feira os agricultores da Baixada Cuiabana e região de Rondonópolis, Barra do Bugres e Tangará da Serra. O diretor da Agricultura da Capital, Geraldo Donizeti Lúcio, relembrou que o ano passado apenas os produtores de Cuiabá participaram das comemorações, este ano mais de 11 municípios estiveram presentes. Conforme dados da prefeitura e do Instituto Nacional de Defesa Agropecuária (Indea), Cuiabá possui 2.200 produtores e apenas 300 produzindo comercialmente. “Os dados mostram a evolução da agricultura em nosso município e o crescimento da Empaer que atua há 46 anos com o produtor rural”, explicou Geraldo Lúcio.

O produtor rural, Agripino Pinho de Souza, do assentamento Mineirinho, do município de Cuiabá, estava com uma barraca de produtos hortrifruti que comercializa em feiras livres e restaurantes da Capital. Com uma produção de pimentão, abobrinha verde, cebolinha e alface. A produtora Zilair Martins, da Comunidade Quilombola Morro Cortado, do município de Poconé, planta e industrializa banana da terra e cana-de-açúcar. Produzindo banana verde frita e cachaça. Segundo Zilair, a industrialização dos produtos está conseguindo sustentar seis famílias da comunidade. “O negócio prospera e estamos montando uma cozinha industrial para atender mais clientes”, comentou Zilair.

Um novo sistema de produção para hortaliças, a hionia atraiu a senhora Euriko Matsubara Kuroyanagi, que produz alface, rúcula, almeirão, hortelã num pavilhão de 4 mil metros quadrados, e já se prepara para montar outro espaço para produzir mais hortaliças na sua propriedade, no município de Várzea Grande. A produtora Helena Belai, trouxe plantas medicinais e óleos essenciais extraídos de forma artesanal. Ela explicava sobre o óleo de eucalipto citriodora que é considerado um desinfetante e bactericida e pode ser ministrado em casos de doenças como a pneumonia. Ela extrai óleo de cinco ervas e aguarda a análise que será realizada pelo laboratório da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), verificando o principio ativo das plantas.

O município de Santo Antônio de Leverger apresentou, na Praça Alencastro, a rapadura de gengibre com mamão e castanha de babaçu, produzido na comunidade Sangradouro. Artesã há mais de 45 anos, Alice Conceição de Almeida mostrou o artesanato da comunidade São Gonçalo, com esculturas de barro tais como, galinha da angola, família de codorna, fruteira com várias frutas e etc.

A abertura da feira contou com as presenças do secretario-extraordinário de Projetos Estratégicos e do MT Regional, Renaldo Loffi, superintendente de Agricultura Familiar da Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder), Rodrigo Alexandre Araújo, diretor de pesquisa da Empaer, Carlos Milhomem, coordenadora de pesquisa, Eliane Daltro, supervisor Regional de Cuiabá, Vico Capistrano, coordenador do escritório metropolitano, Gildo Feitosa, gerente de Comunicação da Empaer, Shirley O’ Campos, funcionários e outros.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink