Agricultores de SE e BA conhecem práticas sustentáveis de controle de pragas do coqueiro

Coqueiro

Agricultores de SE e BA conhecem práticas sustentáveis de controle de pragas do coqueiro

Cerca de 50 agricultores familiares da Bahia e Sergipe aprenderam na prática técnicas para o controle sustentável e racional de pragas da cultura do coqueiro
Por:
42 acessos

Cerca de 50 agricultores familiares da Bahia e Sergipe aprenderam na prática técnicas para o controle sustentável e racional de pragas da cultura do coqueiro. A Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE), ofereceu curso para pequenos produtores de Conde (BA) e Pacatuba (SE), nos dias 4 e 14 de dezembro, respectivamente.

O treinamento integra as ações de apoio à inovação tecnológica do projeto TTBrascoco, liderado pela Embrapa, que tem foco na transferência de tecnologias para fortalecer a cadeia produtiva do coqueiro no Brasil. Os módulos aconteceram nos assentamentos Dois Vales, em Conde (BA), e Padre Nestor, em Pacatuba (SE), e tiveram a parceria das associações Dois Vales e dos Moradores e Moradoras do Projeto de Assentamento Padre Nestor.

O principal objetivo do curso foi oportunizar o acesso a tecnologias e conhecimentos sobre identificação e controle das principais pragas do coqueiro, por meio de recursos ecológicos, como as armadilhas de captura de insetos feitas com garrafas PET reutilizadas, e de utilização legal e racional de produtos químicos.

Segundo a pesquisadora Joana Ferreira, que ministrou o curso, os surtos de pragas, associados a características naturais do coqueiro, também são favorecidos pelos desequilíbrios ocorridos em relação aos fatores ambientais, pela utilização de tratos culturais inadequados, e uso indiscriminado de agrotóxicos no combate às pragas. “Dessa forma, agricultores e técnicos devem priorizar práticas e manejo sustentáveis que promovam o controle fitossanitário da cultura”, afirmou.

O técnico agrícola Raimundo Rocha fez uma demonstração prática sobre a construção de uma ‘armadilha PET’ para captura da broca-do-olho-coqueiro, besouro também conhecido como bicudo. A armadilha é feita com três garrafas plásticas de refrigerante, encaixadas umas nas outras, e no interior são utilizados vegetais com poder de fermentação, a exemplo da cana-de-açúcar, e o feromônio de agregação produzido pelo macho da espécie. 

“É muito importante controlar pragas sem agredir o meio ambiente e a nós mesmos”, contou José Alberto Santos Melo, agricultor familiar conhecido como Pereira, sobre o principal aprendizado adquirido durante o evento.

Sustentabilidade ambiental e Agenda 2030 (ODS)

Com esta e muitas outras ações, a Embrapa Tabuleiros Costeiros contribui para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), que buscam a erradicação da pobreza em todas as formas e dimensões e conservação do planeta. 

O curso foi ministrado em unidades de aprendizagem coordenadas pela analista Sonise Medeiros, líder do Projeto TT Brascoco e membro da Comissão ODS da Embrapa Tabuleiros Costeiros. 

Em 2018, foram realizadas práticas ecológicas, como plantio consorciado de coqueiro, abacaxi, maracujá e melancia, com controle alternativo de pragas e doenças. Em 2019, as áreas serão enriquecidas com os plantios de mangabeiras e da leguminosa gliricídia. A diversificação dos cultivos e a redução do uso de produtos químicos nas lavouras alimentares garantem maior segurança alimentar e nutricional para os agricultores familiares e consumidores desses alimentos, bem como a conservação do meio ambiente. 

Também, durante o evento, foram distribuídas canecas reutilizáveis, e estabelecido um diálogo sobre a importância da diminuição dos resíduos gerados por meio de práticas de consumo sustentáveis. 

O projeto TT Brascoco também conta com o apoio do analista Eduardo Henrique e do técnico Paulo Mota para realização das ações de apoio à inovação.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink