Agricultores do município de Herveiras investem em artesanato rural

Agronegócio

Agricultores do município de Herveiras investem em artesanato rural

O casal de agricultores decidiu investir na produção de porongos
Por:
1104 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

O casal de agricultores Cleusa e Alan Voese, residentes na Linha Plums, na divisa dos municípios de Herveiras e Vale do Sol, decidiu investir na produção de porongos. A nova atividade na propriedade iniciou em 2015, quando a Emater/RS-Ascar disponibilizou sementes de sete variedades de porongo para a família, que foram cultivadas e resultaram em uma boa safra.

Decididos a investir ainda mais na atividade e motivados pela boa produção, a agricultura Cleusa participou, no mês de março deste ano, de uma oficina de artesanato em porongo, ministrada pela extensionista social do escritório da Emater/RS-Ascar do município de Herveiras, Dieni Teixeira. Após o curso e com a secagem dos porongos, o casal iniciou a produção de peças de artesanato e a comercialização para conhecidos. "Nenhuma peça é igual a outra, sempre existe um detalhe que as difere, o que torna muito difícil na hora da escolha", conta entusiasmada a agricultora.

Além dos porongos, o casal visualizou na propriedade rural a possibilidade de utilização de outros materiais para a confecção das peças de artesanato, como palha de milho, tocos de eucalipto, pedras, galhos, entre outros. A qualidade do trabalho realizado pelo casal tem se destacado no município e na região. Atualmente, Cleusa e Alan recebem encomendas e também participam de feiras e eventos como as ações do Outubro Rosa no município de Herveiras, onde o casal expôs e comercializou as peças de artesanato rural confeccionados por eles, gerando renda extra para a família, que antes tinha na produção de tabaco e no cultivo de subsistência suas principais atividades.

O novo desafio para a família será em março de 2017, durante a Expoagro Afubra, quando seu trabalho será exposto no Espaço Casa da Emater, na parcela temática dedicada ao artesanato rural. Neste espaço os agricultores Cleusa e Alan, juntamente com demais artesãos atendidos pela Emater/RS-Ascar, poderão expor e comercializar suas peças feitas principalmente com materiais disponíveis nas propriedades rurais.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink