Agricultores do NE já contrataram mais pelo Pronaf

Agronegócio

Agricultores do NE já contrataram mais pelo Pronaf

Os agricultores realizaram mais de R$ 1,5 bilhão em operações de crédito do programa
Por: -Redação
1 acessos

Os agricultores familiares do Nordeste já realizaram mais de R$ 1,5 bilhão em operações de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) na safra 2006/07. O Banco do Nordeste (BNB) contratou até o momento cerca de R$ 1,37 bilhão, beneficiando cerca de 670 mil famílias. É o que informou o gerente do Pronaf e do Programa Nacional de Crédito Fundiário do BNB, Luis Sérgio Machado, durante o seminário nacional Extensão Rural - Crédito - Pesquisa, ocorrido na última semana, em Brasília. "Isso nos leva a crer que iremos chegar ou até superar a meta", destacou.

Para o gerente do BNB, esses resultados são uma sinalização clara do banco em acreditar na agricultura familiar como promotora do desenvolvimento rural sustentável na região Nordeste. Ele comemora o número de contratos, representando quase 700 mil famílias. Dos contratos, cerca de 70% são do grupo B (composto pelos agricultores mais empobrecidos, com menor renda bruta). "É uma vitória que somente foi conseguida dada a grande parceria do banco com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), com os movimentos sociais, com a Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) e com os órgãos de pesquisa".

Para o secretário de Agricultura Familiar do MDA, Valter Bianchini, os avanços do Pronaf no Nordeste são bastante expressivos, em uma região que concentra mais de 50% dos agricultores familiares do País. "O conjunto de políticas do MDA tem possibilitado o fortalecimento desses produtores que contam com uma diversidade de opções de crédito, além de programas especiais de investimento como, por exemplo, o Pronaf Semi-árido, que financia projetos de convivência na região", avalia.

Bianchini também destaca os impactos tanto sociais quanto econômicos do financiamento rural do Pronaf. "Ao mesmo tempo em que dá condições para que os agricultores familiares aumentem sua produção, mantém as pessoas ocupadas, gera empregos e ainda possibilita que a família permaneça no meio rural".

Aumento dos recursos:

Nestes cinco primeiros meses do Plano Safra 2006/2007, o Banco do Brasil (BB) aplicou na região Nordeste um total de R$ 215 milhões, representando 93 mil operações de crédito. O volume de recursos aplicados teve um crescimento de 15% em relação ao mesmo período na safra passada.

Segundo informações do gerente-executivo da Diretoria de Agronegócios do BB, Reinaldo Yokoyama, o banco vem desenvolvendo várias ações visando a ampliação do acesso ao crédito do Pronaf, tais como: capacitação dos funcionários, desenvolvimento de estratégias negociais voltadas ao Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS) e maior apoio e aporte de recursos a essas regiões. As informações são da assessoria de imprensa do MDA.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink