Agricultores reclamam do atraso de sementes
CI
Agronegócio

Agricultores reclamam do atraso de sementes

Com as chuvas da pré-estação, os agricultores estão animados para começar o plantio no interior
Por:
Com as chuvas da pré-estação, os agricultores estão animados para começar o plantio no interior

Iguatu/Novo Oriente Animados com a perspectiva de um bom inverno, os produtores rurais começaram a preparar a terra para o plantio, mas reclamam do atraso na distribuição de sementes do Programa Hora de Plantar, da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA). As chuvas caídas desde o último dia 18 deixaram a terra molhada e os produtores rurais começaram a preparar o solo para o cultivo de milho, feijão, arroz e sorgo forrageiro.


Os agricultores aguardam, entretanto, o início da distribuição de sementes pela Ematerce. O secretário do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Sebastião Alves, criticou o atraso. "O correto seria que as sementes já estivessem nas mãos dos agricultores, mas todos os anos ocorrem esse atraso e muitos são prejudicados. O produtor sabe o tempo certo de plantar, que é quando a terra está molhada".

Alves disse que a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais na Agricultura no Ceará (Fetraece) iria solicitar da Ematerce o início imediato da distribuição do Hora de Plantar para a região Centro-Sul. "Não há porque esperar mais, pois se a semente não chegar logo a maioria vai plantar grãos, que estão guardados em casa. O certo é plantar nas primeiras chuvas".

A falta de chuva verificada em dezembro passado e na primeira quinzena de janeiro estava deixando os produtores apreensivos. Por isso, muitos agricultores não havia iniciado o trabalho de preparo de solo. Em janeiro de 2011 foram registrados, em Iguatu, 295 milímetros, com precipitações distribuídas ao longo do mês.


No Distrito de Alencar, zona rural de Iguatu, alguns produtores já começaram o plantio de feijão, com grãos guardados da colheita do ano passado. "A terra foi preparada há dez dias e resolvemos plantar para aproveitar as primeiras chuvas", disse o agricultor José Ferreira.

O coordenador de Agricultura Familiar, da SDA, Itamar Lemos, esclareceu que não há atraso na entrega das sementes. "A ocorrência dessas chuvas é de pré-estação e o nosso sistema principal do inverno só começa em fevereiro. Estamos no tempo hábil", disse. "As sementes já estão nos armazéns regionais e por questão burocrática de abertura do sistema de pagamento do Estado a partir de amanhã (hoje) haverá liberação de recurso para custeio operacional de frete e de mão-de-obra para as unidades municipais".

O gerente regional do escritório da Ematerce, Joaquim Virgulino Neto, disse que amanhã começa a distribuição de sementes em quatro dos 14 Municípios que integram a regional. "Estamos no tempo certo, organizando o sistema de cadastro de notas fiscais e de transportes das sementes para os depósitos nas cidades. Nesta semana, a entrega já estará regularizada".


Em Iguatu, Virgulino Neto explicou que a distribuição das sementes somente começará na quinta-feira em virtude do feriado municipal, que transcorre amanhã, em comemoração à emancipação política do Município. Na região Centro-Sul, serão distribuídas 426 toneladas de milho, feijão, mamona e sorgo forrageiro, beneficiando cerca de 20 pequenos produtores rurais. Somente em Iguatu, serão entregues 64 toneladas para 1400 agricultores cadastrados.

Sertões de Crateús

Agricultores de Novo Oriente também reclamam do atraso na entrega de sementes. Estão preocupados pelo fato de as chuvas já terem chegado e as sementes não. Muitos, inclusive, já estão plantando com os seus próprios grãos. Outros preparam a terra, enquanto aguardam as sementes do Programa. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Maria Luiza Macedo, pede agilidade na distribuição.

"Muitos agricultores já estão na roça plantando, desde o final de semana quando caíram boas chuvas no Município. O problema é que ainda não recebemos as sementes. Queremos agilidade. O agricultor é quem mais sabe a hora de plantar", apela a presidente da entidade que possui 5.080 associados. A situação é similar nos nove demais Municípios assistidos pelo escritório da Ematerce, região dos sertões de Crateús. Agricultores aguardam a distribuição para iniciar o plantio. Já nos Municípios atendidos pela regional de Tauá a distribuição já ocorreu, antes das primeiras precipitações pluviométricas.


Segundo o gerente regional do escritório de Crateús, Reginaldo Carvalho, a partir de hoje, a distribuição acontecerá, inicialmente nos Municípios localizados nas áreas mais úmidas, o chamado "pé de serra". A previsão é, em dez dias, atender a todos os Municípios da região.

Mais informações:

Escritório Regional da Ematerce em Iguatu, Av. Perimetral, S/N
Fone: (88) 3581. 6949
STTR de Novo Oriente, Rua Sgto. Hermínio, 41, (88) 3629.1120

HONÓRIO BARBOSA/ SILVANIA CLAUDINO

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.