Agricultura brasileira terá programa para simplificar processos do comércio exterior

Agronegócio

Agricultura brasileira terá programa para simplificar processos do comércio exterior

Fiscais agropecuários estão reunidos em São Paulo para elaboração do projeto piloto
Por:
3597 acessos

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realiza reunião nesta terça-feira (7), em São Paulo, com representantes do Centro Operador Econômico Autorizado do Agronegócio Brasileiro (OEA), para a elaboração de um projeto piloto para facilitar o comércio exterior do agronegócio brasileiro. 
 
O Operador Econômico Autorizado, fórum que reúne os órgãos aduaneiros, inclusive da Receita Federal do Brasil e do Instituto Aliança Pró Modernização do Comércio Exterior (Procomex), é um programa previsto pelo Acordo de Bali, que tem como fundamento simplificar os processos de comércio exterior para aumentar a previsibilidade das operações e a redução do custo-Brasil. O programa já existe em 63 países.
 
A reunião conta com a participação de fiscais federais agropecuários do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), de Brasília, dos portos de Itajaí/SC, Navegantes/SC, Paranaguá/PR, Pecém/CE e Santos/SP, dos aeroportos internacionais de Guarulhos-SP e do Galeão, no Rio de Janeiro, além de técnicos da Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de São Paulo e do Serviço de Inspeção Federal em Lins/SP, Quilombo/SC e Capinzal/SC.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink