Agricultura de precisão reduz custo produtivo

Agronegócio

Agricultura de precisão reduz custo produtivo

Entre as vantagens estão a diminuição do risco ambiental e o manejo inteligente
Por:
1 acessos

Os primeiros resultados do Projeto Aquarius, também conhecido por Fazenda do Futuro, implantado na Fazenda Anna desde 2000, em Não-Me-Toque, foram apresentados ontem ao público da Expodireto interessado em Agricultura de Precisão (AP). Conforme o professor de Engenharia Agrícola da UFSM, José Schlosser, há uma economia de 13% no custo de produção e 10% no aumento da produtividade de soja e milho. "A AP é a racionalização de insumos", disse.

Entre as vantagens estão a diminuição do risco ambiental e o manejo inteligente. O engenheiro de vendas da Massey Ferguson, Eduardo de Sousa Filho, revelou o ganho de um saco de soja por hectare nos 256 ha trabalhados com o AP na Fazenda Anna. "Foram colhidos, na safra 2002/2003, 55 sacos de soja na área com AP contra os 54 sacos por hectare no restante da fazenda que não adota a tecnologia." O professor de manejo e conservação do solo da UFSM, Telmo Amado, apontou que a universidade ainda monitora a fertilidade do solo e as intervenções de manejo. O engenheiro da Massey observou que "não existem recomendações oficiais do uso de insumos a serem aplicados na agricultura de precisão, o que está sendo buscado com o projeto".


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink