Agricultura divulga estudo de risco climático do feijão

Agronegócio

Agricultura divulga estudo de risco climático do feijão

Portarias trazem informações sobre os 13 estados e o Distrito Federal aptos para o cultivo
Por:
1180 acessos
Nesta quinta-feira, 14 de abril, o Diário Oficial da União (DOU) publicou estudo de risco climático do feijão feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. De acordo com as portarias, 13 estados e o Distrito Federal mostram-se favoráveis para o plantio da primeira safra (2011/2012). São eles: Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Pará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Tocantins, Mato Grosso, Goiás, Bahia e Minas Gerais.

A cultura não tolera temperaturas extremas ou chuvas e é sensível às geadas e ao calor excessivo em qualquer estágio de desenvolvimento. Os maiores prejuízos podem ocorrer durante a reprodução, quando as temperaturas entre 30ºC e 40ºC provocam abortamento de flores e botões florais.

Com relação às chuvas, a escassez prejudica o feijoeiro principalmente nos períodos de florescimento e início de formação das vagens. Já o excesso, durante a colheita, é prejudicial à qualidade dos grãos. Dependendo da duração do período chuvoso, as perdas na produção podem ser totais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink