Agricultura do Reino Unido enfrenta “barreira à inovação”

MUNDO

Agricultura do Reino Unido enfrenta “barreira à inovação”

No entanto, especialistas dizem que essa é pode ser uma oportunidade para destaque mundial
Por: -Leonardo Gottems
289 acessos

Cientistas e agricultores do Reino Unido afirmam que estão enfrentando uma "barreira à inovação" após a decisão da Corte Europeia de Justiça sobre edição de genes, mas também destacaram a oportunidade que o Brexit representa para o Reino Unido estabelecer seu próprio curso. Pesquisadores de mais de 75 centros europeus de pesquisa em plantas e ciências da vida dizem que estão "profundamente preocupados" com a recente decisão. 

De acordo com Paul Temple, agricultor e ex-presidente da União Nacional dos Fazendeiros (NFU), existe um desapontamento pelo fato de “a Europa efetivamente ter fechado sua porta” à inovação em virtude de sua abordagem regulatória para edição de genes e culturas geneticamente modificadas. Ele alertou que o Reino Unido está enfrentando um desafio sem precedentes graças ao aumento das temperaturas, deixando-o vulnerável à flutuação dos preços dos alimentos, 

“Embora não tenhamos um mercado comercial grande o suficiente para essas culturas, o simples fato de que o Reino Unido pode agora fazer os testes e encorajar a tecnologia, colocá-la nos campos e demonstrá-la que pode ser viável e gerenciável para o resto da União Europeia, será um verdadeiro ponto positivo para o Reino Unido pós-Brexit. Isso permitiria potencialmente àqueles que querem ter a escolha na Europa para dizer 'olhe que isso é o que o Reino Unido fez, é assim que é gerenciado, é perfeitamente possível”, comenta. 

Para Zoe Davies, diretora-executiva da Associação de Porcos do Reino Unido, a decisão do Tribunal Europeu é política e não apresenta evidências. “O fato de termos um governo com visão de futuro que está adotando a tecnologia e querendo que a indústria avance e melhore a produtividade, bem como pensando em nossa capacidade de fornecer alimentos para o público britânico, cria um ambiente propício para sugerirmos certas tecnologias que serão levadas adiante”, indica. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink