Agricultura familiar: Florence destaca cooperação com a África

Agronegócio

Agricultura familiar: Florence destaca cooperação com a África

Encontro de capacitação técnica, promovido pela Embrapa, reúne 49 técnicos de 28 países
Por:
864 acessos
O Ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, destacou nesta segunda-feira (4), em Brasília (DF), durante a abertura da segunda edição dos cursos Diálogo Brasil-África, a importância do fortalecimento da cooperação Sul-Sul e do desenvolvimento de técnicas comuns para agricultura familiar do Brasil e da África. O encontro de capacitação técnica, promovido pela Embrapa, em Brasília (DF), reúne 49 técnicos de 28 países africanos e é direcionado à produção de milho e soja, com enfoque na segurança alimentar. Os técnicos permanecem no Brasil até o dia 15 de abril.

“É importante que a Embrapa promova a transferência de conhecimento acumulado pelo Brasil”, afirmou Florence. O ministro destacou o Programa Mais Alimentos, criado em 2008 pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário para modernizar a infraetrutura produtiva das unidades familiares brasileiras, que está sendo implantado no continente africano. No dia 17 de março, a Camex aprovou Projetos de Cooperação Técnica firmados pelo MDA que destinam US$ 193 milhões para implantar o Programa Mais Alimentos África em Gana (US$ 95 milhões) e Zimbábue (US$ 98 milhões). Os recursos serão destinados à importação de máquinas e equipamentos para a agricultura familiar produzidos no Brasil.

Florence lembrou que os termos de cooperação técnica também apoiam políticas publicas voltadas ao desenvolvimento agrário nesses países. Entre elas os programas Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), de Aquisição de Alimentos (PAA) e de Alimentação Escolar (PNAE). Estes programas são abordados pelo MDA no módulo “Agricultura: Motor do Desenvolvimento Econômico e Social”, que faz parte do curso iniciado nesta segunda-feira pela Embrapa.

O presidente da Embrapa, Pedro Arraes destacou que, desde 2010, a capacitação e a parceria internacional com países africanos têm se aprofundado. “Este curso é um fato concreto. A gente espera que contribua para o desenvolvimento dos países africanos”, afirmou Arraes.

Diálogo Brasil-África
A capacitação de técnicos africanos é parte dos compromissos definidos durante Diálogo Brasil-África sobre Segurança Alimentar, Combate à Fome e Desenvolvimento Rural, realizado em maio de 2010 em Brasília, que reuniu representantes do governo brasileiro e mais de 40 ministros de agricultura, desenvolvimento agrário e alimentação de países africanos. A escolha dos temas foi iniciativa dos países africanos. Depois de Brasília, os técnicos visitarão as unidades Embrapa Milho, em Sete Lagoas (MG), e Embrapa Soja, em Londrina (PR) para conhecer as técnicas da empresa pública brasileira.

Pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), participaram da abertura do curso o secretário de Desenvolvimento Territorial, Jerônimo Souza, o secretário de Agricultura Familiar, Laudemir Müller, e o chefe da Assessoria Internacional do MDA, Guilherme Brady. Também participaram a secretária Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS), Maya Takagi, e o coordenador geral de Cooperação Técnica Multilateral da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Márcio Lopes Corrêa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink