Agricultura familiar do RJ é destaque na 56ª Feira da Providência

Agronegócio

Agricultura familiar do RJ é destaque na 56ª Feira da Providência

Cerca de 100 mil pessoas visitaram a 56ª Feira de Providência (RJ)
Por:
546 acessos

A agricultura familiar do Rio de Janeiro marcou presença e fez sucesso na 56ª Feira da Providência, evento que ofereceu compras, lazer, cultura, gastronomia e entretenimento, do Brasil e do mundo, no Riocentro, tradicional centro de convenções, localizado na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da capital. Segundo estimativa dos organizadores, cerca de 100 mil pessoas passaram pelos corredores da feira, realizada entre os dias 30/11 e 04/12.

Os visitantes puderam degustar e comprar goiabadas cascão de Cachoeiras de Macacu; linguiças defumadas, requeijões e torresmos de Itaocara; pães de mel de Nova Friburgo; cachaças artesanais de Paty do Alferes; café arábica de Porciúncula, doces de leite e frutas de São Sebastião do Alto, e mel, cogumelos, shitakes, conservas variadas, azeites e chutneys de frutas de Petrópolis. Tudo exposto nos estandes do programa Prosperar, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, e no Centro de Convivência da Rede de Economia Solidária Dom Helder Câmara.

A participação na 56ª Feira da Providência rendeu ao conjunto de expositores da agricultura familiar fluminense um faturamento de cerca de R$ 25 mil em produtos comercializados, resultado considerado positivo pela representante da União das Associações e Cooperativas de Pequenos Produtores Rurais do RJ (Unacoop), Margarete Teixeira, organização à qual os agricultores são filiados.

 
Divulgar produtos e marcas


No entanto, mais do que retorno financeiro, Margarete entende que o maior benefício que os agricultores familiares costumam obter com a participação em grandes eventos, como a Feira da Providência, é a exposição das mercadorias a um público formado por potenciais consumidores que irão levar o conhecimento e a reputação dos produtos e marcas para além dos espaços das feiras.
  
“Afora o lucro com as vendas, é importante também colocar o produto à prova do consumidor e ver sua satisfação. É a expectativa de que ele irá gostar e falar bem da mercadoria, atraindo o interesse de novos consumidores e ajudando a divulgar e a estabelecer as marcas da agricultura familiar no mercado consumidor”, avaliou Margarete.

Flávia Guedes, sócia da Arte em Conservas, empreendimento produtivo familiar estabelecido no Vale das Videiras, em Petrópolis, compartilha da mesma opinião da representante da Unacoop. Flávia produz artesanalmente e modo sustentável, conservas de berinjelas, cebolinhas, pepinos e chutneys de frutas; azeites especiais, geleias e tomates secos orgânicos já renderam à pequena agroindústria uma excelente reputação em mercados da Região Serrana, bem como em restaurantes da capital fluminense.


Olho no olho com o cliente final


Premiada em competições gastronômicas de destaque nos cenários estadual e nacional, Flávia Guedes não abre mão de participar de feiras para expor seus produtos. “É uma oportunidade de sair do campo, mostrar a cara na cidade e conhecer nosso cliente final, olho no olho, sem intermediários. Essa visibilidade ajuda muito na captação de novos consumidores. Tantos produtores juntos aqui no estande, em um evento tão relevante, valoriza o conjunto da agricultura familiar fluminense”, afirmou Flávia Guedes.
 
Luiz Otávio Ribeiro, produtor de cogumelos, mel e shitake, vai na mesma linha. “Esse é o terceiro evento do tipo que participo. E posso dizer, enquanto produtor, que minha vida mudou completamente depois que comecei a participar de feiras como essa. Já estou pensando até em aumentar minha produção para atender a demanda que surgiu a partir da exposição dos meus produtos nesses eventos”, resumiu o produtor rural de Petrópolis.


Pronaf


Todos os pequenos produtores rurais ligados à Unacoop que participaram da 56ª Feira da Providência contaram com apoio do Governo Federal no planejamento dos empreendimentos produtivos ou através das variadas linhas de crédito oferecidas pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para o desenvolvimento, a qualificação e a industrialização dos seus produtos.
 
Tradicional evento cultural da cidade do Rio de Janeiro, a Feira da Providência é um acontecimento promovido pelo Banco da Previdência, organização social fundada há 56 anos por Dom Hélder Câmara para estimular ações de inclusão econômica e social para famílias que vivem em condição de extrema pobreza.

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink