Agricultura familiar vira destaque em Antônio João (MS)

Agronegócio

Agricultura familiar vira destaque em Antônio João (MS)

Assentamento no município se encontra em plena produção
Por:
399 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Oitenta e seis famílias de trabalhadores rurais de Antônio João sonhavam em ter acesso à terra para que pudessem tirar dela sua subsistência e melhorar a vida com a comercialização do excedente da produção. Os agricultores tiveram conhecimento do Programa Nacional de Crédito Fundiário, no ano de 2007, e, através do PNCF, conseguiram adquirir a Fazenda Vera Nilda, posteriormente dividida em 86 lotes de 4,5 hectares para que pudessem concretizar o sonho de produzir em terras próprias.

O assentamento Vera Nilda, implantado inicialmente através de financiamento coletivo, hoje se encontra em plena produção e os compromissos coletivos para aquisição da terra atualmente são de responsabilidade individual, sendo que cada produtor pode, individualmente, planejar a sua atividade produtiva e financeira.

As terras da fazenda foram escolhidas em função do grau de fertilidade, topografia, aspectos ambientais, disponibilidade de água, próximo à cidade com facilidade de escoamento da produção, entre outros quesitos necessários à exploração agropecuária. Atualmente os associados são beneficiários do apoio municipal através da manutenção das estradas vicinais, assistência à saúde, transporte escolar e aquisição de alimentos através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A terra é preparada para o plantio com máquina própria e patrulha mecanizada cedida pelo governo do Estado com a prefeitura, e os técnicos da Agraer.

A preocupação com a preservação do meio ambiente é constante, principalmente com a preservação de 20% da área sem cultivo e proteção dos mananciais e cursos de água. Os animais bebem água bombeada para bebedouros, não acessando o curso d'água ou transitando na mata ciliar. Realizam também o aproveitamento dos restos culturais que são utilizados na alimentação dos animais domésticos e também como compostagem na cobertura do solo como fonte de material orgânico. Atualmente os produtores através da Associação Progresso estão em negociações com a Prefeitura de Antônio João com o intuito de criar a "Feira do Produtor".
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink