Agrinho 2016: Alunos, educadores e escolas serão premiados na última etapa do programa em MS

Agronegócio

Agrinho 2016: Alunos, educadores e escolas serão premiados na última etapa do programa em MS

A iniciativa tem o apoio do Governo Estadual do Mato Grosso do Sul 
Por:
884 acessos

A iniciativa tem o apoio do Governo Estadual do Mato Grosso do Sul 

Depois de um ano de aprendizado, dentro e fora da sala de aula, agora é o momento de coroar o desenvolvimento obtido com a última etapa do Agrinho. O maior programa de responsabilidade social do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS e do SENAR/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural que irá premiar os finalistas no Concurso Agrinho 2016, em evento realizado no dia 24 de novembro, na sede da Acrissul – Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul.

“Estamos falando da valorização de todos os envolvidos neste projeto de transformação de vidas. O concurso é uma das etapas do programa e termômetro que identifica a evolução dos trabalhos desenvolvidos pelas escolas, alunos, com a participação direta das famílias nas atividades, assim como o reflexo na sociedade. O evento premia, mas também oportuniza reconhecer outras instituições de ensino e a troca de experiência entre os educadores”, explica a coordenadora educacional do SENAR/MS, Terezinha Cândido.

Além dos alunos, professores, coordenadores pedagógicos, relatores e escolas também serão premiados seguindo os critérios do regulamento dentro das seguintes categorias: Desenho, do 1º e 2º ano; Redação do 3º ao 9º ano, Experiência Pedagógica e Escola Agrinho. Todas as atividades seguiram o tema: “As coisas que ligam o campo e a cidade e nosso papel para melhorar o mundo”.

A comissão julgadora analisou 303 desenhos, 849 redações e mais de duzentas experiências pedagógicas. O grupo selecionou iniciativas bem sucedidas, criativas e inovadoras que priorizavam a conexão campo e cidade, a partir da disseminação de práticas pedagógicas que obtiveram êxito.

Dos 41 municípios participantes, 19 estão entre os finalistas: Amambai, Sidrolândia, Terenos, Jardim, Maracaju, Guia Lopes da Laguna, Rio de MT, São Gabriel do Oeste, Rochedo, Nova Alvorada do Sul, Agua Clara, Itaporã, Ponta Porã, Aral Moreira, Caarapó, Jardim, Rio Brilhante, Costa Rica e Deodápolis.

Em Mato Grosso do Sul o programa nasceu em 2014 e hoje alcança cerca de 120 mil estudantes do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, de 348 escolas da rede pública e seus professores. O objetivo é desenvolver temas transversais como ética, diversidade cultural, meio ambiente, trabalho, consumo, saúde, orientação sexual e temas locais, com foco em sustentabilidade e ética.

A iniciativa tem o apoio do Governo Estadual por intermédio da SEC - Secretaria de Estado de Educação; SEMADE – Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico; Sepaf – Secretaria de Produção e Agricultura Familiar; Sectei – Secretaria de Cultura, Turismo, Tecnologias e Inovação, além da parceria dos Sindicatos Rurais e secretarias municipais de educação.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink