Agrishow 2003 supera expectativa dos organizadores


Agronegócio

Agrishow 2003 supera expectativa dos organizadores

Por: -Admin
1 acessos

O saldo da 10ª edição da Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow) foi positivo, segundo organizadores do evento que terminou sábado, em Ribeirão Preto, São Paulo. A estimativa de negócios ficou entre R$ 1 bilhão e R$ 1,2 bilhão, de acordo com o presidente da feira, Sérgio Magalhães, que acreditava que haveria uma queda em função da Agrishow Cerrado, realizada em abril, em Rondonópolis, Mato Grosso.

Para atender a necessidade de investimentos em infra-estrutura, o secretário de Agricultura de São Paulo, Antônio Duarte Nogueira Júnior, anunciou que levará ao governador Geraldo Alckmin um Plano Diretor de ocupação da área do evento. Afirmou também que o plano inclui contrato médio de cinco anos com a organização da feira já consagrada na cidade.

A Agrishow 2003 foi a comprovação do grau de precisão que começa a se instalar de forma definitiva no agronegócio brasileiro, na agricultura, na pecuária, enfim, em todas as atividades do campo. Quem esteve na feira pôde ver e experimentar o que há de mais moderno em tecnologias no mundo, ficando explícito que o homem do campo não tem mais como produzir e sobreviver da sua produção, se não investir, de forma consciente, nessas tecnologias todas.

A feira espelhou, de forma límpida e transparente que a atividade agropecuária é hoje, sem dúvida, o segmento produtivo do Brasil que mais tem condições de alavancar o desenvolvimento e a modernização econômica e social do país. A feira de Ribeirão Preto, em sua décima edição, deixou definitivamente de ser só mais um evento no calendário brasileiro de exposições e mostras.

Considerada a terceira maior feira de negócios do mundo, a Agrishow reuniu numa área total de 260 hectares mais de 500 expositores, sendo que 60 deles internacionais. Sem contar que os demais, praticamente todos, apresentaram no evento alguma nova tecnologia oriunda de pesquisas desenvolvidas e concretizadas em outros países. E o mais incrível, é que toda essa gama de modernas tecnologias e práticas, que garantem ganhos de produtividade e, na maioria das vezes, redução nos custos de produção, cada vez mais podem ser levadas para dentro da porteira das propriedades rurais.

O produtor de grãos, por exemplo, que quiser lucrar mais em sua atividade, vai estar armazenando sua produção em silos modernos e dotados da mais alta tecnolocia dentro de sua fazenda. Também terá instalada na propriedade uma estação meteorológica capaz de garantir economia de água e energia, de monitorar a disponibilidade de água para as raízes das plantas cultivadas, e de controlar doenças foliares. Sua plantadeira será dotada de monitores eletrônicos capazes de monitorar até 16 linhas da máquina e assegurando um desempenho excelente em rendimento, evitando o replantio e gastos em excesso de combustível e mão-de-obra.

Adaptado dos jornais Correio do Povo e Correio do Estado


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink