Agrishow 2014 movimenta R$ 2,7 bilhões em negócios
CI
Agronegócio

Agrishow 2014 movimenta R$ 2,7 bilhões em negócios

Feira recebeu cerca de 800 expositores e mais de 160 mil visitantes
Por:
Maior evento de tecnologia agrícola da América Latina, a Agrishow superou o pano-rama negativo gerado pelas previsões de quebra das safras de cana-de-açúcar, de café e de alguns grãos e bateu novo recorde de negócios em sua 21ª edição. Nos cinco dias do evento realizado em Ribeirão Preto (313 quilometrôs de São Paulo), foram movimentados R$ 2,7 bilhões - R$ 100 milhões a mais que o total registrado no ano passado. O número de visitantes também ultrapassou as expectativas: mais de 160 mil pessoas passaram pela feira entre os dias 28 de abril e 2 de maio.

Considerada a maior edição de todos os tempos da feira, que já se consolidou como tradicional vitrine de apresentação dos principais avanços tecnológicos do setor agrícola, a Agrishow 2014 recebeu cerca de 800 expositores dos segmentos de aviação, irrigação, transportes, ferramentas, máquinas para construção, pecuária, pneus, agricultura de precisão e armazenagem em 440 mil metros quadrados de área de exposição.

Para estimular o segmento de inovação científica agrícola, a feira ainda lançou o Prêmio Brasil Agrociência. "A premiação deve ser um carro-chefe da feira nos próximos anos. As expectativas são sempre de crescimento e de melhoria da feira. O setor agrícola segue promissor e o crescimento da feira é um reflexo do mercado", afirma Maurílio Biagi Filho, presidente da Agrishow e que, após três anos, planeja deixar o cargo.

Perspectivas

Apesar da queda de 21,3% nas vendas internas de máquinas agrícolas no primeiro trimestre de 2014, registrada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Auto¬motores (Anfavea), o segmen¬to de implementos se manteve como o principal player de negócios na feira. De acordo com Carlos Pastoriza, diretor-secretário e presidente eleito da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), a expectativa para o fechamento do evento era repetir o desempenho de vendas de 2013. "Se isso se confirmar, será um desempenho excelente, já que, no ano passado, tivemos um recorde histórico", diz, ressaltando que dados oficiais da entidade só serão divulgados nesta semana.

Empresários de 15 países - entre eles os estreantes Iraque, Indonésia e Vietnã - participaram da negociação de máquinas e equipamentos com cerca de 30 produtores brasileiros de máquinas agrícolas. Na edição do ano passado, estima-se que tenham sido gerados cerca de US$ 30 milhões em exportações a partir de negociações iniciadas na Agrishow e concluídas posteriormente. "Mais importante que a compra são as parcerias que ajudamos a forjar e que podem gerar cen¬tenas de milhares de dólares em negócios após a feira", afirma Pastoriza.

Inovação em ação

Além de uma oportunidade para fechar bons negócios nacionais e internacionais, a feira se destaca como uma vitrine de novas tecnologias para o agronegócio. As novidades high tech incluem desde softwares de monitoramento de sistemas e máquinas até o desenvolvimento de novas variedades de sementes e novas formas de manejo animal.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink