Agritechnica: Uso de micróbios na agricultura chega à Europa

COBERTURA ESPECIAL

Agritechnica: Uso de micróbios na agricultura chega à Europa

"Vamos em busca de um micróbio que seja mais indicado para as condições encontradas"
Por: -Leonardo Gottems
1047 acessos

O uso de micróbios do solo na agricultura já começa a ser realidade na Europa. Na cobertura especial que fizemos da Agritechnica 2019, ocorrida na semana passada em Hannover (Alemanha), entrevistamos com exclusividade a Georg Goeres, Líder da Indigo na Europa. Confira:

Agrolink – Quais soluções a Indigo está trazendo para a Europa?

Georg Goeres – A Indigo foi fundada em 2014 nos Estados Unidos e começamos coletando e analisando diferentes micróbios do solo em todo o mundo e sequenciando seus genomas para encontrar as melhores soluções para a agricultura. Encontramos respostas para problemas de deficiência hídrica, nutricional e até mesmo, eventualmente, deficiências químicas.

Esse portfólio é bastante robusto nos Estados Unidos, já conseguimos demonstrar importantes resultados lá. Agora estamos trazendo essas soluções para a Europa, nesse mesmo ano de 2019. Obviamente que são necessárias adaptações às condições do clima, do solo: as variedades de micróbios que utilizamos na Europa são diferentes das usadas nos Estados Unidos e outros países.

Agrolink – Como funciona esse processo de desenvolvimento da solução?

Georg Goeres – Precisamos começar testando os micróbios com os nossos parceiros e, quando encontramos bons resultados, partimos para multiplicar essas biosoluções. Até agora nós iniciamos com a Alemanha nesse ano, com aproximadamente 20 multiplicadores que cultivaram usando micróbios em cerca de 20 mil acres de ambiente controlado.

A partir daí nós validamos essas soluções com parceiros agricultores no mercado alemão, customizando o produto de acordo com os dados obtidos. Essa é a maneira como atuamos, baseados em dados e como os resultados se apresentam. Se esses resultados são similares aos obtidos nos Estados Unidos, por exemplo, está ótimo, seguimos em frente. 

Por outro lado, se percebemos que as condições modificaram a performance, sejam elas climáticas, de solo, de estresse ou qualquer outra, nós descontinuamos essa pesquisa e vamos em busca de um micróbio que seja mais indicado para as condições encontradas em cada mercado específico no contexto europeu.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink