Agro gerou 300 mil empregos
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
DESEMPENHO

Agro gerou 300 mil empregos

O levantamento leva em consideração empregos formais e informais
Por: -Eliza Maliszewski

O agronegócio foi um dos únicos setores a crescer no terceiro trimestre, conforme apontou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento leva em consideração empregos formais e informais. No período a agricultura e a pecuária geraram 304 mil postos de trabalho, alta de 3,8%. Considerando apenas outubro e os empregos formais, aqueles com carteira assinada, a agropecuária registrou um recuo, com um saldo negativo de 120 empregos.

VEJA: Agronegócio tem retração em empregos

Segundo o IBGE o aumento trimestral pode ser explicado pela sazonalidade da atividade e dos cultivos. A agricultura, de modo geral, tem ritmo diferente das demais atividades. Além disso, o setor sofreu menos os efeitos da pandemia, pois é uma atividade que se situa no campo, onde o impacto do distanciamento social foi menor do que na cidade”, observou a analista da pesquisa, Adriana Beringuy.

VEJA: Agropecuária é o setor que mais gerou empregos em 2020


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink